Get Adobe Flash player

Contenido

Contras Mestre Xara Traga Luz à Escuridao 

Mestre Suassuna E Dirceu Album Vermelho  7

Capoeira de São Salvador. 7

Quando Eu Morrer, Disse Bezouro. 8

Luana É. 8

Canticos de Capoeira. 9

Dona Maria, como vai você?. 9

Da, da, da no negro. 9

Eu pisei na folha seca. 9

É de manhã Idalina ta me chamando. 9

Tava La Em Casa. 10

Ô besouro preto. 10

Me da meu dinheiroÔ me da meu dinheiro, valentão. 11

Ô ligeiro, ô ligeiro, parana. 11

O mundo de Deus é grande. 11

Dente de Ouro. 11

Pisa Caboclo. 12

Capoeira e ligeira. 12

Capoeirando 2004. 13

HoraGrande/Catarina/Manteiga Derramou/E tu que e moleque. 13

Capoeira que tem dendê. 14

Camarada era sertão - Avisa la meu mano. 15

Chega pra ca. 16

Sou Capoeira. 17

São Salvador. 17

Bahia, Bahia -  Marinheiro. 18

Besouro valente. 19

Jogo do saber. 20

Tem Que Ter Muita Fe Muita Axe (CD) 21

Eu Vim De Muito Longe... 21

Tem Que Ter Muita Fé, Muito Axé. 21

A Navalha. 22

Nêgo, Nêgo, Nêgo, Nêgo, Nêgo. 23

ABC Da Capoeira. 24

Capoeira Ja é Pra Estangeiro. 25

Tombo Da Vida. 26

Cachorro Que Engole Osso. 26

Tim, Tim, Tim, La Vai Viola. 27

Sou Do Tempo Do Pai De Pai De Papai 28

Quem vem la. 28

Eu vi, eu vi 28

Eu sou Capoeira eu sou cantador. 29

Africa Brasil 29

Menino Nagô. 30

Capoeira oleleo / No quintal da minha casa (Mismo Track). 30

No quintal da minha casa. 31

Gingado Capoeira. 32

Malandragem.. 32

Quem vem la. 33

Filhos Mestiço. 34

É de rua. 35

Maria. 36

O Brasil mostra o seu gingado. 36

Lamento. 37

O xodo da minha vida. 38

Otros CD’s. 39

Quem não conhece o grupo Cordão de Ouro. 39

Sinha, vem jogar. 39

Capoeira esta de luto. 39

Capoeira cantou. 40

Sem dendê, não vou jogar com você. 40

Saudade de Eziquiel 41

Ai, ai, ai, ai São Bento me chama. 42

Capoeira é bom.. 42

Cordão de Ouro. 42

Berimbau chamou você. 43

Dona Maria do Camboata. 43

Balança o corpo sinha. 44

Pererê. 44

Parana ê. 45

Ai ai ai ai, doutor. 45

Adeus. 46

Quem vem la. 46

A Maré ta cheia iô iô. 47

Capoeira foi feita para mim.. 47

Vou esperar a lua voltar. 48

Meu patua. 49

Miudinho Não é Angola. 49

Quero ver Cair. 50

Parabéns pra você. 51

Puxada De Rede. 51

Samba De Roda. 52

Areia do Mar. 53

Samba de Roda (Carolina Soares). 53

Le le le Baiana. 54

Maculelé. 54

Louvação a Nossa Senhora. 55

Maculelê - CD Cordao De Ouro vol. 2, nº 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21. 55

Corridos. 58

Pula pro cima do pau O piaba. 59

Marinheiro Sou. 59

Paranae. 60

Abalou capoeira. 61

Manteiga Derramou. 61

Nhem nhem nhem.. 62

Barauna caiu. 62

Sao bento me chama. 63

Aide. 63

Cajue. 64

Gunga e meu. 64

Chora viola. 65

Da no nego. 65

Vai viola. 65

Leva Morena me leva. 66

Moleque e tu. 66

A canoa virou. 67

Nego Sinha. 67

Vim da Bahia pra lhe ve. 68

Maçaranduba. 68

O la la e  la e la. 68

Menino e bom.. 69

O sim, sim, sim.. 69

Folha Seca. 69

Cruz-Credo, Ave Maria. 69

Bentivi jogou. 70

Dona Maria do Camboata. 70

Dona Maria como vai voce. 70

Cutia com coco no dente. 71

Jogador. 71

Faca de Tucum.. 71

O nega que vende ai 71

Marimbondo. 72

Sai sai catarina. 72

Uma volta so. 72

Cobra verde. 73

O menino e voador. 73

Zum zum zum e gafanhoto. 73

A bananeira caiu. 73

Adao adao. 74

Camugere. 74

Lemba e lemba. 75

Pomba voou pomba voou. 75

Santo Antonio E Protetor. 75

Adeus adeus boa viagem.. 75

Santo Antonio eu quero agua. 76

Ladainhas. 76

Maior E Deus. 77

Igreja do Bomfim... 77

Eu nasci de sete meses. 77

Olha la siri de mangue. 78

Nao sei como se vive Nesse mundo enganador. 78

Beaba do Berimabu. 79

Faz muito tempo me dói só de lembrar. 79

 

 

 

Contras Mestre Xara Traga Luz à Escuridao

 Traga do luz à escuridao

  Mestre Suassuna E Dirceu Album Vermelho

Regresar a CD’s

Capoeira de São Salvador

O meu mano, o que foi que tu viu la

Eu vi capoeira matando, tambem vi maculêlê, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

Mas sou discipulo que aprendo, sou mestre que dou lição

Na roda da capoeira, nunca dei meu golpe em vão, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

É Manoel dois Reis Machado, ele é phenomenal

Ele é o mestre Bimba, criador da Regional, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

Capoeira é luta nossa, da era colonial

É nasceu foi na Bahia, Angola e Regional, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

Tem dia que eu amanheco, da nada com a minha vida.

Planto cana descascada, com seis dias ta nascida, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

É jogo de liberdade, jogo de libertaçãoPraticado na Senzala, no tempo da escrividão, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

Jogo de muita mandinga, do escravo sofredor

Que queria se livrar, do chicote do feitor, capoeira

É jogo praticado na terra de São Salvador  (Capoeira)

É jogo praticado na terra de São Salvador

(Regresar al Principio)

==============================

Quando Eu Morrer, Disse Bezouro

Quando eu morrer, disse Besouro

Quando eu morrer, disse Besouro

Não quero de ouro nem vela

Também não quero barulho

Na porta do cemitério

Eu quero meu berimbau

Eu quero meu berimbau

Com duas fitas amarela

Gravada com o nome dela

Ê, e o meu nome

É Besouro

Ê, como é meu nome?

É Besouro

(Regresar al Principio)

==============================

Luana É

Luanda é meu boi,
Luanda é para
Tereza canta sentado
Oi Marina samba de pè
La no cais da Bahia
Não tem lêlê não tem nada
Oi, não tem lêlê nem lala
Oi laê laê la
Oi lêlê
Oi lae lae la
Oi lêlê
Oi la laê la laê la laê o laê la
Oi la laê la laê la laê o laê la
Oi la laê la laê la laê o laê la
Oi la laê la laê la laê o laê la
Oi laê
la laê la
Oi lêlê
la laê la
Oi laê
la laê la
Oi lêlê
la laê la

(Regresar al Principio)

==============================

Canticos de Capoeira

Dona Maria, como vai você?

Ê vai você, vai você

Dona Maria, como vai você?

Joga bonito que eu quero aprender

Dona Maria, como vai você?

Ê vai você, vai você

 

* * *

Da, da, da no negro

Da, da, da no negro

No negro você não daDa,

Da, da, da no negro

Mas, se der vai apanha

Da, da, da no negro

Joga o negro para cima, deixa o negro vadia

Da, da, da no negro

 

* * *

Eu pisei na folha seca
Eu pisei na folha seca

Ouvi fazer chuê, chua

Chuê, chuê, chuê, chua

Ouvi fazer chuê, chua

Chuê, chuê, chuê, chua

 

* * *

É de manhã Idalina ta me chamando

É de manhã

Idalina ta me chamando

Idalina tem o costume

De chama e a gente vai andando

É de manhã

Idalina ta me chamando

Idalina, meu amor

Idalina ta me esperando

É de manhã

Idalina ta me chamando

Idalina tem o costume

De manda e a gente sai andando

É de manhã

Idalina ta me chamando

Idalina tem o costume

Danado de fala de home

É de manhã

Idalina ta me chamando

(Regresar al Principio)

==============================

Tava La Em Casa

Tava la em casa, iaia

Sem pensa, sem magina

Tava la em casa, iaia

Sem pensa, sem magina

Quando ouvi bater na porta

Quando ouvi bater na porta, ô iaia

Salomão mandou chamar

Era hora de lutar

Para ajudar a vencer

Para ajudar a vencer, ô iaia

A batalha lidera

Eu que nunca fui de luta

Nem pretendia luta, amigo velho

Botei a arma na mão

Era tempo de lutar

Era hora de lutar

 

* * *

Ô besouro preto

Ô besouro preto danado, Ô besouro preto malvado

Ô besouro preto, Ô besouro preto malvado

Ô besouro preto danado, Ô besouro preto malvado

Ô besouro preto, Ô besouro preto malvado

 

* * *

Me da meu dinheiroÔ me da meu dinheiro, valentão

Ô me da meu dinheiro,

Ô me da meu dinheiro valentão

Que no meu dinheiro ninguém põe a mão

Ô me da meu dinheiro, valentão

Ô me da meu dinheiro, valentão

Ô me da meu dinheiro valentão

Que eu lhe dou uma rasteira e lhe ponho no chão

Ô me da meu dinheiro, valentão

Ô me da meu dinheiro, valentão

 

* * *

Ô ligeiro, ô ligeiro, parana

Eu também sou ligeiro, parana

Ô ligeiro, ô ligeiro, parana

Eu também sou ligeiro, parana

(Regresar al Principio)

==============================

O mundo de Deus é grande

O mundo de Deus é grande

Deus traz numa mão fechada

Um pouco com Deus é muito

Um muito sem Deus é nada

Noite de escuro não serve

Pra caçar de madrugada

Caçador da muitos tiros

Ôiaia, de manhã não acha nada

Veado corre é pulando

Cutia corre na trilha

Se eu fosse governador

Ah, Meu Deus, manobrasse a Bahia

Isso que tu ta fazendo

Comigo tu não fazia

Ieeeee… viva …

(Regresar al Principio)

==============================

Dente de Ouro

Ela tem dente de ouro

Ela tem dente de ouro

Ela tem dente de ouro

Ora meu Deus, fui eu que mandei botar

Vou rogar nela uma praga

Pra esse dente se quebra

Ela de mim não se lembra

Ora, meu Deus

Nem dela vou lembra

Menina diga seu nome

Que eu também ja digo o meu

Eu me chamo Chita Fina

Daquele vestido seu

Casa de palha é palhoça

Se eu fosse o fogo, eu queimava

Toda mulher ciumenta

Se eu fosse a morte, eu matava

Camaradinha Viva meu Deus

Iêê, viva meu Deus, camara

(Regresar al Principio)

==============================

Pisa Caboclo

Pisa caboclo

Quero ver você pisa

Pisa la, que eu piso ca

Quero vê você pisa

Pisa caboclo Quero ver você pisa

Na batida do meu samba

Quero ver você dança

Pisa caboclo Quero ver você pisa

Pisa la, que eu piso ca

Quero ver quem vai pula

Pisa caboclo Quero ver você pisa

Na batida do meu gunga

Quero ver você pular

Pisa caboclo Quero ver você pisa

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira e ligeira

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

Berimbau ta chamando

olha a roda formando

va se benzendo para entrar

o toque é de Angola

São Bento pequeno, Cavalaria, Iúna

a mandinga do jogo

o molejo da esquiva

é pra não cochilar

Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

Olha o Rabo de Arraia

olha aí a Ponteira

e a Meia-lua pra matar

o Mortal e o aú

o Macaco e a rasteira

e o Arrastão pra derrubar

Galopante façeiro

vai se preparando para voar

Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira é ligeira, ela é brasileira, ela é de matar

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

Capoeira pra estrangeiro, meu irmão

É mato

Capoeira brasileira, meu compadre

É de matar

(Regresar al Principio)

 =============================

Capoeirando 2004

HoraGrande/Catarina/Manteiga Derramou/E tu que e moleque

Domínio Público

 

Era a hora grande quando eu cheguei na Bahia (2x)

Procuranda nega Rosa, filha da Rosa Maria

Todo mundo viu a Rosa, so oe mesmo é que não via

A Rosa tava na igreja

Rezando por mim

orando por ti

Rezando por mim

orando por ti

  **

Catarina minha nega

onde ta que eu não te vejo

Eu tô na cozinha do branco

Preparando carangueijo

no fogo sinha

Catarina

Tava no fogo ia ia

Catarina

No fogo lê lê

Catarina

Carangueijo Sinha

Catarina

  **

Vou dizer ao meu senhor que a manteiga derramou

Vou dizer ao meu senhor que a manteiga derramou

A manteiga não ê minha, a manteiga é de io io

Vou dizer ao meu senhor que a manteiga derramou

A mantega do patrao, parafina de io io

Vou dizer ao meu senhor que a manteiga derramou

A manteiga do patrao caiu no chao e derramou

Vou dizer ao meu senhor que a manteiga derramou

  **

É tu que é moleque

Moleque é tu

Me chama moleque

Moleque é tu

Segura o moleque

Moleque é tu

Me pega o moleque

Moleque é tu

  **

Apanha a laranja do chão Tico-Tico

Se meu amor for se embora eu não fico

Apanha a laranja do chão Tico-Tico

Apanha com o pé e com a ponta do bico

Apanha a laranja do chão Tico-Tico

(Regresar al Principio)

==============================

 Capoeira que tem dendê

C. Mestre Virgulino

Capoeira que tem dendê no swingue da malicia

Todo bom capoeirista, desafia na cantiga

(coro)

Vou contar uma historia daquele tempo do passado

Quando aqueles grandes mestres, eram muito respeitados

(coro)

Mestre Bimba um grande homem, um cara fenomenal

Hoje ele foi se embora, mas deixou a regional

(coro)

Seu Pastinha é um mito, capoeira de angola

Hoje ele esta no céu contando sua historia

(coro)

Seu Waldemar jé foi se embora Ezequiel que acompanhou

Capoeira sente falta desses grandes cantador

(coro)

Naquele tempo do passado existia tradição

Quando Bimba e Pastinha, era vivo meu irmão

(coro)

Lampião cabra macho foi temido no sertão

Hoje ele foi se embora so resta recordação

(coro)

Maria Bonita uma mulher, muito forte meu irmão

Quando ela faleceu nos braços de lampião

(coro)

Cordão de Ouro tem um trabalho muito forte meu irmão

Se espalhou-se pelo mundo, mas mantendo tradição

(coro)

O meu mestre é Suassuna um homem de bom valor

Nascido la na Bahia, ele quem me ensinou

(coro)

Eu me chamo Virgulino mas não sou Lampião não

Vou acabando com o repente, comecar outra canção Olae, la e laO le le……

(Regresar al Principio)

==============================

 

Camarada era sertão - Avisa la meu mano
Paulo Cunha  -Professor Biro (Cordão de Ouro Campinas)

No lugar que eu fui criado

Camarada era sertão

Lugar de homem pacato, e também de valentão

Homem que briga na faca deixada no pé e no facão

Também de homem valente, de bom coração

Que cre nas coisas no céu, e se ouve em oração

Volto eu a lhe dizer camara

Bem pra la de Santo Amaro, onde os homens do lugar

Botam na cinta um facão,não concede garantia muito mais compromissão

Quem vai no canaviar não vai derrubada na mão

Volto eu a lhe dizer camara

O samba nesse lugar, muita gente diz que é xula

A viola repenica o pandeira lapanteira

A nega cai no samba se esquece do mar e da vida

Volto eu a lhe dizer camara

Eu nasci la na Bahia, cidade é São Salvador

Eu nasci la na Bahia, cidade é São Salvador

Minha mãe é benzedeira e meu pai é pescador

Meus irmão segiui a fria, minha irmâ cedo casou

Como eu sofro de enjoo eu nada quis com maresia

Volto eu a lhe dizer camara

La nas bandas da bahia tenho um nome respeitado

Jogo as minhas capoeiras pra fazer camaradagem

Embora haja quem diga que tudo isso é malandragem

Ê camara,

No lugar que eu fui criado

Camarada era sertão

  **

Avisa lé meu mano, avisa meu mano la

To jogando a capoeira no mercado popular

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

To jogando a capoeira e so vou quando acabar

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

To jogando a capoeira angola e regional

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

To tocando berimbau, angola e regional

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

Vou jogar a capoeira, quero ver quem vai pular

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

To jogando berimbau so pra ver quem vai tocar

Avisa la meu mano, avisa meu mano la

To tocando capoeira so pra ver quem vai jogar

(Regresar al Principio)

==============================

Chega pra ca

Professor Arthur (Grupo Raça - Itabuna BA)

 

Chega pra ca meu camarada venha ver

Ver capoeira e bater maculele

Rodopiou fez miudinho jogou no chão

Cordão de Ouro Capoeira tradição

(Coro)

Cordão de Ouro capoeira nacional

Joga capoeira angola e também regional

No miudinho tem que ter conhecimento

Pra fazer bem redondinho pra fazer jogo de dentro

(Coro)

Cordão de Ouro em varios estados do Brasil

Nos quatro cantos do mundo capoeira expandiu

O berimbau toca gunga, medio, viola

Quem não joga bate palma ou responde o coro agora

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

 

Sou Capoeira

Professor Biro (Cordão de Ouro Campicas)

 

Que amor é esse que trago no coração

Uma alegria e uma vontade de gingar

São Bento Grande, Iuna, Cavalaria

Quando toca me arrepiahoje é dia de jogar

Sou Capoeira olha eu sei que sou

Eu vim aqui foi para jogar

Faço bonito so porque tenho talento

E solto meus movimentos com a voz no coração

(Coro)

E o Cantador solta a voz pro povo ouvir

Berimbau viola arma a roda e marca o som

A meia lua é ligeira e corta o vento

Capoeira joga dentro como o mestre me ensinou

Sou Capoeira olha eu sei que sou

Eu vim aqui foi para jogar

Faço bonito so porque tenho talento

E solto meus movimentos com a voz no coração

(Coro)

E o Capoeira é astuso e é velhaco

É inimigo do perigo e confusão

Mas ele sabe o valor de uma vida

Por isso corre de briga e quer mais é vadiar

Sou Capoeira olha eu sei que sou

Eu vim aqui foi para jogar

Faço bonito so porque tenho talento

E solto meus movimentos com a voz no coração

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

São Salvador

Paulo Cunha

 

Ê São Salvador, Bahia

Ê a tarde morria devagar

Ê berimbau se ouvia

Ê gente na rua a passar

Alguem no desejo da briga

Fazia cantiga de provocar

Mas São Salvador Bahia

Ê um homem passando escutou

Isso é comigo? e falou

Se quer jogar vamos la, mas eu ia pra la mas não vou

E dizendo se ajoelhou

Mas São Salvador Bahia

Ê quem tava por perto chegou

Dois homes fizeram uma oração

Começaram jogando no chão

Vou jogar uma angola, Santa Maria

São Bento Pequeno, Cavalaria

E o povo assistiu, tremendo

Capoeira pra matar

Faca de ponta. rabo de arraia

Na dança da morte do lugar

Mas São Salvador Bahia Ê quando a policia chegou

Dois corpos no chão  havia

Em volta o silencio dizendo

Seu moço essa briga acaboumas em volta o silencio dizendo

Seu moço essa briga acabou

Mas jogaram angola, Santa Maria

São Bento Pequeno, Cavalaria

E o povo assistia, tremendo

Capoeira pra matar

Faca de ponta. rabo de arraia

Na dança da morte do lugar

Mas São Salvador Bahia

Ê quando a policia chegou

Dois corpos no chão  havia

Em volta o silencio dizendo

Seu moço essa briga acabou

(Regresar al Principio)

==============================

Bahia, Bahia -  Marinheiro

Adalto Santos  - Domínio Público

 

Vou deixar esta terra e vou pra Bahia, ô Bahia

Ô Bahia

O senhor do bonfim ja mandou me chamar, ô Bahia

Ô Bahia

Morena, morena, morena da bahia, ô Bahia

Ô Bahia

Berimbau ta tocando esta me chamando, ô Bahia

Ô Bahia

Vou la na ladeira jogar capoeira, ô Bahia

Ô Bahia

Ô Bahia

Ô Bahia

Ai Bahia morena, morena da Bahia, ô Bahia

Ô Bahia

Ai meu Deus que saudade eu tenho da Bahia, ô Bahia

Ô Bahia

Onde o negro chora mas chora cantando, ô Bahia

Ô Bahia

Ô Bahia

Ô Bahia

  **

Eu  nao sou daqui

Marinheiro so

Eu so tenho amor

Marinheiro so

Eu sou da Bahia

Marinheiro so

De São Salvador

Marinheiro so

O marinheiro marinheiro

Marinheiro so

Quem te ensinou a jogar

Marinheiro so

Ou foi o tombo do navio

Marinheiro so

Ou foi o balanço do mar

(Regresar al Principio)

==============================

Besouro valente

Prof. Olho de Gato (Cordão de Ouro Canindé CE)

 

O va embora, enquanto o besouro não vem

Porque quando o besouro chegar, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

Quando o besouro chegar, valente igual ele não tem

Besouro foi capoeira

Pra nunca sair da memoria

Homem valente destemido

Marcado em nossa historia

O va embora, enquanto o besouro não vem

Quando o besouro chegar, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

Besouro cabra valenteSaía la do pé da cruz

Vencia a cavalaria

Fazendo oracão pra Jesus

O va embora, enquanto o besouro não vem

Besouro la de manganga, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

Besouro la de Santo Amaro, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

Besouro valente e forte

Mantinha seu corpo fechado

Com faca de ponta e bala

Nao podia ser derrotado

O va embora, enquanto o besouro não vem

Besouro la de Santo Amaro, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

Temor ele não conhecia

Pois enfrentava qualquer umUm dia foi emboscado

Por uma faca de tucum

Besouro la de Santo Amaro, valente igual ele não tem

O va embora, enquanto o besouro não vem

(Regresar al Principio)

==============================

Jogo do saber

C. Mestre Virgulino (Cordão de Ouro Botucatu)

 

O miudinho é o jogo do saber

foi Suassuna quem criou para você

(Coro)

Volta por cima, aú quebra pescoço

Suba na ginga balança esse corpo

(Coro)

Quando voce aproveite meu irmao

Tome cuidado com o bote do escorpião

(Coro)

E a meia-lua enrolada minha gente

Abrindo gancho, saindo de passo a frente

(Coro)

Aú pesado caindo de negativa

Enrole a perna, suba de vingativa

(Coro)

O berimbau ta chamando pra jogar

Prepare o corpo, entre pra suingar

(Coro)

O currupiu e uma sequencia meu irmao

Rolando o corpo com a cabeça no chão

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

 

Tem Que Ter Muita Fe Muita Axe (CD)

 

Eu Vim De Muito Longe...

Eu vim de muito longe

Eu vim aqui so pra jogar

Ja paguei meu berimbau

Ja comecei a tocar

Ja comecei volta do mundo

E a volta qu mundo da, camara

Bate palma minha gente

Que a roda vai comencar

Bate palma minha gente

Que a roda vai comencar

E se você nunca jougo

Hoje vai ter pular

(coro)

Eu vim de muito longe

Eu vim aqui pra jogar

(coro)

Se voce nunca rezou

Hoje vai ter que rezar, camara

(coro)

Se voce nunca pulou

Hoje vai ter que pular

(coro)

Oi, meia lua vai subir

E o Martello vai quebrar

(coro)

(Regresar al Principio)

==============================

Tem Que Ter Muita Fé, Muito Axé

Letra: M.Suassuna e Artur (Grupo Raça)

 

Mas você que é Baiano ouça ai,

Um conselho que eu tenho pra te dar,

Você tem que aprender capoeira,

Ser Baiano é saber gingar,

É tocar berimbau mandingueiro,

O pandeiro e saber sambar,

Tem que ter muita fé muito axé,

Sorriso no rosto e gingado no pé,

Tem que ter muita fé, muito axé

Senhor do Bonfim em que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

Valha-me Deus tem que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

A historia de Bimba e Pastinha,Cajiquinha e Totonho de Maré,

Passar no Mercado modelo,Ver a Capoeira como é que é...

Tem que ter muita fé, muito axé

Senhor do Bonfim em que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

Valha-me Deus tem que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

É comer um ximxim de galinha,

Muita pimenta no acarajé,Vatapa,caruru e abara,

E a famosa moqueca de Tucunaré,

Tem que ter muita fé, muito axé

Senhor do Bonfim em que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

Valha-me Deus tem que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

É conhecer o Sul da Bahia,De Ilhéus, Itabuna até Itacaré,

A historia de Sêo Sururu,

Maneca Brandão e de Mestre Abné,

Tem que ter muita fé, muito axé

Senhor do Bonfim em que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

Valha-me Deus tem que ter muita fé,

Tem que ter muita fé, muito axé

(Regresar al Principio)

==============================

A Navalha

Letra: Olho de Gato (Canindé – CE)

 

Mas a navalha que ta no meu bolso

Cortou, deixa cortar

Cortou, deixa cortar

Cortou deixa cortar

Cortou, deixa cortar

A capoeira, invadiu meu coração

E nessa vida, so me deu satisfação

Eu aprendi, mas ainda não sei de tudo,

E além disso ela ja conquistou o mundo

O lê lê lê, é capoeira, lê lê,

É berimbau, lê lê,

É capoeira de angola e regional

O lê lê lê, é capoeira, lê lê,

É berimbau, lê lê,

É capoeira de angola e regional

Mas a navalha que ta no meu bolso

Cortou, deixa cortar

Cortou, deixa cortar

Cortou deixa cortar

Cortou, deixa cortar

Na minha vida, ja levei muita rasteira,

Mas não é coisa, que abale um capoeira,

Graças a Deus, sei cair e levantar,

Fazer aú, sair na ginga,

E continuar a jogar,

O lê lê lê, é capoeira, lê lê,

É berimbau, lê lê,

É capoeira de angola e regional

O lê lê lê, é capoeira, lê lê,

É berimbau, lê lê,

É capoeira de angola e regional

Não vejo a hora de tocar meu berimbau,

Para ouvir o mundo cantar igual,

Paranuê, tim tim tim la vai viola,

Ver fazer jogo de dentro,

Vibrar com jogo de fora,

O lê lê lê, é capoeira, lê lê,

É berimbau, lê lê,

É capoeira de angola e regional

(Regresar al Principio)

==============================

Nêgo, Nêgo, Nêgo, Nêgo, Nêgo

Letra: M.Kim (Capoeira Brasil– Fortaleza, CE)

 

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Acorda pra trabalhar,Olha o nêgo...

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Poeira vai levantar, olha o nêgo...

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Se você nunca jogou, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Hoje vai ter que pular, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau ja ai tocar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau ja vai tocar...

Tem roda na beira mar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo.

Se você nunca jogou, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Hoje vai ter que pular, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Ginga la que eu gingo ca, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau ja vai tocar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Tem roda na beira mar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Se você nunca jogou, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau ja vai tocar...

Tem roda na beira mar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo.

Meia lua vai subir, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

O martelo vai entrar, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Você que nunca rezou, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Hoje vai ter que rezar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau vai tocar, olha o nêgo,

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo, nêgo

Berimbau ja vai tocar...

Tem roda na beira mar, olha o nêgo

Nêgo, nêgo, nêgo, nêgo.

(Regresar al Principio)

===================================

ABC Da Capoeira

Letra: M.Kim (Capoeira Brasil)

 

Vem ca menino,

vem aprender,

Vou lhe ensinar o gingado do ABC

(Coro X2)

A, é de Angola

B, de Berimbau,

C, de Capoeira que levanta meu Astral,

D, de Dendê,

E, é de Esquiva,

F, Forma a roda,

o importante G, de Ginga, (oi menimo…)

(Coro X2)

H, de Harmonia,

I, de Instrumento,

J, Jogador,

K, de Kim compositor,

L, lealdade,

M, Mandingueiro,

N, Negaceia...

O, de Orquestra tem que ter muito respeito (oi menimo…)

(Coro X2)

P, de Pastinha, grande Mestre que se foi,

Q, de Quilombo, onde tudo começou,

R, Regional, Mestre Bimba quem criou,

S, de Senzala do negro trabalhador

 (oi menimo…)

(Coro X2)

T, Tava em casa sem pensar nem imaginar,

U, de União, isso, não pode faltar,

V,vadiação, olha eu fico por aqui,

X, é de Xangô e o

Z, é de Zumbi

(oi menimo…)

(Coro X2)

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira Ja é Pra Estangeiro

Letra: Mestre Suassuna - CDO

 

Antigamente capoeira pra estrangeiro,

Eu dizia que era mato de cortar,

Hoje em dia tudo isso ta mudado,

Estrangeiro joga Angola, Miudinho e Regional

(Coro)

Na Europa ja se joga capoeira,

Americano dando armada pra matar,

Tem japonês fazendo volta por cima,

Batam palma minha gente,

Pra estes mestres que estão la

(Coro)

Na Terra Santa ja tem muita capoeira,

Ja tem Angola e também Regional,

Ja vi aluno falando para seu Mestre,

Vou largar o meu fuzil e pegar meu Berimbau,

(Coro)

Aos capoeiras que viajam pelo mundo,

Com berimbau muita coragem pra lutar,

Levando a arte de lutar sorrindo,

Deus proteja este povo,

Que fica de pés pro ar

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

 

Tombo Da Vida

Na vida tem muito tombo

Mas nao vai desaminar

Le le a

Na vida tem cobardia

Le le o

Mas nao vai se acobardar

Le le a

Na vida tem muitas coisas que marco un corcao

Meu irmao

Mas se tiver fe em Deus tu vai se safar entao

Eu vou jogando capoeira vou tocando berimbau

Eu vou de cualquer maneira  e as veces atte fazo salto mortal

Vou jogando capoeira vou tocando berimbau

Meu Mestre me ensinou respeito para ser respeitado e isso legal… eu falei

Vou jogando capoeira vou tocando berimbau

Aprendi com a capoeira a cair e levantar

Le le a

Mas se nao tiver cuidado

Le le o

Ainda pode escorregar

Le le a

Mantenha seus olhos abertos

Bem abertos

E seu corpo fechado

Bem fechado

Por que na volta do mundo

Oi do mundo

Vai te rmuito mau olhado

Eu vou jogando capoeira vou tocando berimbau

Eu vou de cualquer maneira  e as veces atte fazo salto mortal

Vou jogando capoeira vou tocando berimbau

Meu Mestre me ensinou respeito para ser respeitado e isso legal… eu falei

Vou jogando capoeira vou tocando berimbau

E quem nao cultiva amizade  fuji da verdad e aquello e fatal… eu falei

(Regresar al Principio)

==============================

 

Cachorro Que Engole Osso

Cachorro que engole osso

cachorro que engole osso

Nem olha para grossura

Quem mexe com a mulher dos outros

Ai,ai,ai não tem a vida segura

Navio também tem casco

Ai,ai,ai,mas não usa ferradura

A noite também tem boca

Mas não usa dentadura

Inferno também tem porta

oiaia,mas não usa fechadura

Nunca vi filho de Deus

Que não fosse criatura

Nem  tão pouco um capoeira

Que tivesse a junta dura........

Camaradinha.

Viva meu Deus.....

Iê viva meu Deus camarada

Ê viva Bahia........

Iê viva Bahia camarada

(Regresar al Principio)

==============================

Tim, Tim, Tim, La Vai Viola

Adaptação: C.M. Esquilo - CDO

 

O moleque chegou la em casa,

Perguntando o que eu ia fazer,

Eu vou no mato, vou pegar biriba,

Pra minha viola fazer,

Tim, tim, tim la vai viola

Digue, digue, digue, digue, digue, digue, dom,

Tim, tim, tim la vai viola

Ê mas viola meu bem, mas não é violão,

Tim, tim, tim la vai viola

Ê la vai viola,

Tim, tim, tim la vai viola

A roda tava desanimada,

O povo mal queria cantar,

Foi eu pegar na viola,

A roda inteira começou a jogar

Tim, tim, tim la vai viola

Digue, digue, digue, digue, digue, digue, dom,

Tim, tim, tim la vai viola

Ê mas viola meu bem, mas não é violão,

Tim, tim, tim la vai viola

Ê la vai viola

Tim, tim, tim la vai viola

(Regresar al Principio)

==============================

 

Sou Do Tempo Do Pai De Pai De Papai

Quem vem la

Tem que ter axé, Tem que ter axé (leleleleo..)

Tem que ter axé, Tem que ter axé

Olha entra derruba levanta ligeiro

So entra na roda quem é mandingueiro

Capoeira é pra homem menino e mulher

Pra entrar nessa roda….. tem que ter axé

Tem que ter axé, Tem que ter axé

Quem vem la sou eu

Capoeira de valor

Eu vou jogar capoeira

Que o meu mestre me ensinou

Quem vem la sou eu

Capoeira de valor

Eu vou jogar capoeira

Que o meu mestre me ensinou

Tem que ter axé, Tem que ter axé

Tem que ter axé, Tem que ter axé

(Regresar al Principio)

===================================

Eu vi, eu vi

Eu vi eu vi na roda de capoeira

Eu escutei o toque do berimbau

Eu vi armada vi martelo e meia lua

Eu vi rasteira e também salto mortal

(Coro)

Hoje eu sonhei com uma roda de gigante

é como antes a maneira de jogar

Vi mestre Bimba tocando seu berimbau

seu Besouro e Seu Manduca tocando regional

(Coro)

E o atabaque o pandeiro acompanhava

Jogo ligeiro você pode imaginar

Mas quando ouvia o toque cavalaria

Era a policia que vinha ta na hora de parar

(Coro)

Fui acordado com jogo de mandinga

Muita malicia havia de se jogar

A capoeira é uma coisa bonita

É historia e cultura que nasceu nesse lugar

(Coro)

Cobrinha verde que da o bote enrolado

Falando pra seu Traira esse homem e o diabo

(Coro)

(Regresar al Principio)

===================================

Eu sou Capoeira eu sou cantador

Eu sou capoeira

Eu sou cantador

Sou menino na hora da paz

Sou guerreiro na hora da dor

(Coro)

So quem é capoeira

É quem sente

A força que vem do coração

Energia do fundo da alma

Alegria que fez a união

União que fez a força

Da luta de libertação

(Coro)

O bom capoeira emociona cuando se toca o berimbau

 cuando se ouvi um lamento de um mestre tradicional

que falar de um pasado

 uma historia sem igual

(Coro)

O bom capoeira e quem sabe se

 ouvir o Pastinha e tambem Waldemar

cantar ladainha de Angola

 ouvir mestre Bimba na Regional

So sabe quem tem fundamento 

quem aprendreu para ensinar

(Coro)

(Regresar al Principio)

===================================      

Africa Brasil

Africa se uniu Ao meu Brasil

Africa se uniu Ao meu Brasil

Mistura de raca e de cor

Mantendo a nossa tradicao

Do povo guerreiro e sofrido

Por isso nao teme о perigo

Lutar contra a escravidao Africa

Africa se uniu Ao meu Brasil

Cultura afro brasileira

Aprende a plantar macaxeira

Subi о рe de bananeira

Viver a beleza do amor

Amor que so a natureza

О negro о aroma da mesa

Tempero que da о sabor Africa

Africa se uniu Ao meu Brasil

Negro mulato mameluco

Mistura que deu о Cafuzo

Em busca da libertacao

Nao so da corrente do acoite

O negro chorava de noite

Com a forte dor no coracao

Lembra do abraco mainha

Cantando uma ladainha

Pedindo a Deus protecao Africa

Africa se uniu Ao meu Brasil

(Regresar al Principio)

===================================

Menino Nagô

Negro seu canto é tão lindo

E aos poucos me fazem lembrar

De um tempo que eu era menino

Querendo ser livre ter asa e voar

Senzala ainda lembram dela

Palmares uma voz ecoou

Olha a mandinga do negro

Menino querreiro

Menino nagô

O modelo e Cordão de Ouro (X3)

O modelo e Cordão de Ouro (X3)

Menino naceu senzala

Sem rumbo e sem direcao

Andava na beira da mata

Pensando em libertacao

Bem cedo ao raiar do dia

Na coleita uma plantacao

Mostrava tudo o que sabia

Com os calos da  hinchada na mão

O modelo e Cordão de Ouro (X3)

O modelo e Cordão de Ouro (X3)

(Regresar al Principio)

===================================

Capoeira oleleo / No quintal da minha casa (Mismo Track)

Capoeira oleleo

Berimbau ta tocando Pandeiro anuncia

A roda comecou

Capoeira..

(Coro)

E mas vem pra roda

A roda vai comecar

Se correr о bicho pega

Se ficar о bicho vai pegar

Capoeira

(Coro)

Berimbau gunga

E quem comanda a roda

Berimbau medio

O pandeiro e о atabaque

E о viola

Capoeira

(Coro)

E mas vem pra roda

A roda vai comecar

Bate palma minha gente

Pra essa roda nao se acabar

Capoeira

(Coro)

(Regresar al Principio)

===================================

No quintal da minha casa

Tava no quintal da minha casa

um menino me chamou pra vadiar

eu no o meu joguinho bem maneiro

vou jogando bem ligeiro

como o berimbau mandar

(Coro)

Sua capoeira é ligeira

A minha é devagar

Sua capoeira é ligeira

a minha é devagar

Não jogue com tanta agonia

Por que nessa roda aqui não vai dar

Não jogue com tanta agonia

Por que nessa roda aqui não vai dar

Tava no quintal da minha casa

um menino me chamou pra vadiar

eu com o meu joguinho bem maneiro

vou jogando bem ligeiro

como o berimbau mandar

(Coro)

(Regresar al Principio)

===================================

Gingado Capoeira

Malandragem

Malandragem so sai daqui

Quando essa roda acabar

Se meu mestre disser iê

Ou se cavalaria tocar

Capoeira antiga arte

Foi o negro inventando

Me diga quem é brasileiro

Que não tem um pouco de malandro

E malandragem...

O malandro, malandro   (Coro)

Gingado capoeira

O malandro, malandro  (coro)

Na Bahia

O malandro, malandro  (Coro)

Na ladeira

O malandro, malandro  (coro)

Malandragem

O malandro, malandro  (coro)

Na cultura

O malandro, malandro  (coro)

Negro canta

O malandro, malandro  (coco)

Joga e pula

O malandro, malandro  (coro)

Finge que vai mas não vai

Bicho vem e eu me faço de morto

Mas se a coisa apertar

Pra Deus eu peço socorro

Entro e saio sem me machucar

Subo e deço sem escorregar

Vou louvando o criador da mandinga

O malandro que inventou a ginga

Malandragem

O malandro, malandro (coro)

Capoeira

O malandro, malandro (coro)

Na Bahia

O malandro, malandro (coro)

Na ladeira

O malandro, malandro (coro)

Malandragem

O malandro, malandro (coro)

Na cultura

O malandro, malandro (coro)

Negro canta

O malandro, malandro (coro)

Joga e pula

O malandro, malandro (coro)

O sol faz o chao esquentar

Calma moça chuva vem esfriar

A expressao do rosto da menina

Ao saber que essa é minha sina ôiô

Bato forte e ñ devagar

Cuidado quando se levantar

Berimbau ja vez tua cantiga

Coraçao me impulsa pra cima

Malandragem

 (Regresar al Principio)

===================================

 

Quem vem la

Êe morena mandou me chamar

Si eu não foi,  sei que vai chorar

tâ pedindo

tâ querendo

pra menina vou ter que me dar

no caminho algo me fez parar

me arrepiei era capoeira

fui chegando

fui olhando

logo todos foram comentar

vem manhoso ta de capa

o chapéu e de couro é de napa

bem arisco

com seu lenço

a navalha no jogo sao bento

Quem vem la

quem é

(Coro)

Quem vem la

quem é

(Coro)

Quem vem la

quem é

(Coro)

êê ieie ieie ieie êêa

(Coro)

ieie ieie ieie êêa 

Autor/Compositor: Hugo Darques (Mestrando Capú)

(Regresar al Principio)

===================================

Filhos Mestiço

Misturou filho de negro e plebeus

O que viram dos olhos de Deus

Meu brasil de cafuzo caboclo

A fusao de todas as raças

Era luta de matar

Mas era um povo de pais

(Coro)

Era lutar de matar

Mas era um povo de paz 

(Coro)

Ate branco entrou nessa mistura

Por que ñ aquentava ver mulata

Rapaduro e doce mas é dura

O pior do que tiro é facada aia

Era luta de matar

Mas era um povo de paz

Capoeira

(Coro)

Era luta de matar

Mas era um povo de paz 

(Coro)

Era luta de matar

Mas era um povo de paz

(Coro)

Era luta de matar

Masera um povo de paz

(Coro)

Descobriram america do sul

Visitante de todos continente

Toda hora chegava mais um

Quem morria aqui era indígente aia

Era luta de matar

Mas era um povo de paz

Capoeira

(Coro)

Era luta de matar

Mas era um povo de paz

Era lutar de matar

Mas era um povo de paz

(Coro)

Era luta de matar

Mas era um povo de paz 

Mistiço da cultura brasileira

O tempo lavo o chao da ladeira

Misturando com sangue da capoeira

E o chao da ladeira

Era luta de matar

Mas era um povo de paz

(Coro)

Autor/Compositor: Hugo Darques (Mestrando Capú)

(Regresar al Principio)

===================================

É de rua

Essa arte que te ensinaron nego

Nao tem camiseta nao (x2)

Nego crio a capoeira sem discriminaçao

E lutaba con corajem

Era todo con ração

E de rua e de rua e de rua

Banda chamada na cruz

E de rua e de rua e de rua

E de rua e de rua e de rua

Capoeira que me conduce

E de rua e de rua e de rua

Banda chamada na cruz

E de rua e de rua e de rua

Capoeira que me conduce

E de rua e de rua e de rua

Vou te falar que foi um certo  nego

Que volto uma cancao

O criador da capoeira era nego

Cujo nome eu  nao sei nao

Seu Bimba e seu Pastinha

 fizeram evolucao

E a arte uma semente

Que broto foi pelo chao

E de rua e de rua e de rua

Banda chamada na cruz

E de rua e de rua e de rua

E de rua e de rua e de rua

Capoeira que me conduce

E de rua e de rua e de rua

Banda chamada na cruz

E de rua e de rua e de rua

Capoeira que me conduce

E de rua e de rua e de rua

(Regresar al Principio)

===================================

Maria

Autor/Compositor: Hugo Darques (Mestrando Capú)

 

Um metro de pano e pouco

Pra trez moeda no bolso

Vou dizer pra maria

Ela sim sabeu meu gosto

Maria me prometeu

Fazer meu abada

Maria me prometeu  (Coro)

Se suja ela vai lavar

Maria me prometeu  (coro)

Se rasga vai costurar

Maria me prometeu  (Coro)

De fazer meu abada

Maria me prometeu  (Coro)

Vai na roda pra olhar

Maria me prometeu  (Coro)

Maria tava cansada

Mas sem ruga no rosto

Tem prazer de costurar

Nao mete a mao no meu bolso

Maria me prmeteu

Fazer meu abada

Maria me prometeu  (Coro)

Foi na roda pra olhar

Maria me prometeu  (Coro)

De fazer meu muncuzar

Maria me prometeu  (Coro)

Foi na praça pra olhar

Maria me prometeu  (Coro)

De fazer meu abada

Maria me prometeu  (coro)

(Regresar al Principio)

===================================

O Brasil mostra o seu gingado

Autor/Compositor: Hugo Darques (Mestrando Capú)

 

Ao pé do berimbau

Eu faço a saudaçao

Antes de sair pro jogo

Mestre de a permissao

O Brasil mostra o seu gingado

Axé dende (coro)

Gingado é axé dende

Axé dende  (coro)

Axé dende axé dende

Axé dende (coro)

Cerrado e na bahia

Roda em nitéroi

Preto cor negro e raça

Ninguem cala a nossa voz

O brasil mostra o seu gingado

Axé dende (coro)

Axé dende axé dende

Axé dende (coro)

Cerrado é axé dende

Axé dende (coro)

Escravo trouxe a paz

Mas antes foi a guerra

É meu Deus no céu

Pastinha e bimba terra

O Brasil mostra o seu gingado

Axé dende (coro)

Axé dende axé dende

Axé dende (coro)

Gingado é axé dende aiai

Axé dende (coro)

Quem mora no Brasil

Sabe que ñ é mentira

Cultura brasileira

Maracatu samba catira

O Brasil mostra seu gingado

Axé dende (coro)

Mestre pablo é axé dende

Axé dende (coro)

Axé dende axé dende

Axé dende (coro)

Cerrado é axé dende

Axé dende (coro)

Gingado é axé dende

Axé dende (coro)

Charuto é axé dende aiai

Axé dende (coro)

Axé dende axé dende

Axé dende (coro)

(Regresar al Principio)

===================================

Lamento

Autor/Compositor: Hugo Darques ( Mestrando Capú)

 

Deixa eu cantar

Ao som deste agôgo

não  vou mais me lamentar

Oiaia com aperca deste amo

Tambem não vou mais falar

De quem trouxe tanta dor

Lindos olhos sao de mel

Me perdoa o chororo

Capoeira é quem me guia

Ela que me faz pensar

Vou junto com a melodia

Oiaia até quando Deus mandar

Eu canto

eu danço conforme o tom

Seu bimba fez dindindon

E a luta com som..

(oi oi oi din din don)

(Coro)

Eu canto

Eu danço conforme o tom

Seu bimba fez dindindon

E a luta com som

(Coro)

(Regresar al Principio)

===================================

 

O xodo da minha vida

Autor/Compositor: Hugo Darques (Mestrando Capú)

 

Quando ela foi embora

Abalo o meu coraçao

Me levante da rasteira

Quem gosta de viver na solidao.

O xodo da minha vida é a capoeira ai a a

Deixa eu jogar  (coro)

O xôdo da minha vida é a capoeira

Deixa eu jogar  (coro)

O viola veiu revirando

O médio acompanha

O gunga veiu a consolar

Deixa eu jogar

O xodo da minha vida é a capoeira ai a a

Deixa eu jogar  (coro)

O xodo da vida é aa capoeira  ai a a

Deixa eu jogar  (coro)

Ie ie e ie eiaaa

Deixa eu jogar  (coro)

La la la e la la e la

Deixa eu jogar  (coro)

(Regresar al Principio)

===================================

 

 

Otros CD’s

Quem não conhece o grupo Cordão de Ouro

Quem não conhece o grupo Cordão de Ouro

Venha pra roda que você vai conhecer

Cordão de Ouro tem mandinga e tem molejo

Joga ligeiro e é bonito de se ver

(Coro)

Cordão de Ouro não da soco e nem agarra

Mas tem armada cabeçada e tem role

Quando ele joga o sorriso ta no rosto

E no gingado a malicia do saber

(Coro)

Cordão de ouro ta no sangue e ta na alma

A capoeira que o meu mestre me ensinou

Cordão de Ouro joga com o coração

Tem expressão e capoeira de valor

(Coro)

Cordão de Ouro joga Angola e regional

O miudinho e também Maculelê

Educação é sua meta e seu desejo

Fazer amigos e o seu maior prazer

(Regresar al Principio)

==============================

Sinha, vem jogar

Sinha, vem jogar capoeira

La na Ribeira, la em Maré

Eu falei pra sinha, vou jogar capoeira

Eu falei pra sinha, la no Abaeté

Sobre a luz da candeia vai iluminar os caminhos de fé

Ieee…

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira esta de luto

Capoeira esta de luto

Capoeira esta de luto

Berimbau entristeceu

Atabaque ficou mudo

Um Capoeira morreu

Meia Lua hoje é

Lua inteira a clarear

A alma do Capoeira

Que la no céu vai chegar

Jogando no jogo da vida

Capoeira não perdeu

Mas nesse jogo da morte

Capoeira não venceu

Levou berimbau sagrado

Da terra como troféu

Para dar o toque de chegada

Na hora de entrar no céu

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira cantou

Capoeira cantou

la de cima escutei

Capoeira cantou

la de cima escutei

A viola gemendo e um canto sereno é o mestre travez

Arma a beriba

Enverga a madeira

Que vai ter samba de roda e jogo de capoeira

Arma a beriba

Enverga a madeira

Que vai ter samba de roda e jogo de capoeira

Domingo de manha

Pego meu berimbau

Domingo de manha

Pego meu berimbau

E o meu terno branco

Chapeu de banda pra a roda jogar

(Regresar al Principio)

==============================

Sem dendê, não vou jogar com você

 Sem dendê, eu não vou jogar

Sem dendê, não vou jogar com você (porquê)

Sem dendê, eu não vou jogar

Sem dendê, não vou jogar com você

Foi meu mestre quem me disse

Acho que ele tem razão

Na roda que tem dendê

Nunca vai ter confuzão (porquê)

(Coro)

Põe dendê na muceca

Põe dendê no vatapa

O dendê na capoeira

E a essência pra jogar (porquê)

(Coro)

O dendê la na Bahia

E oleo de cozinhar

O dendê na capoeira

Meu mestre vai te mostra (porquê)

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

 

Saudade de Eziquiel

(Mestre Fanho Brasil Capoeira)

Ele veio da ilha de Maré

no saveiro do mestre João

Levantou a Capoeira

Encantou com a sua maneira

de cantar com coração

(Coro)

Mestre você fez historia

Quem te conheceu têm você na memoria

Saudade se chama Eziquiel

é um amigo de fé

E é para homem e mulher

(Coro)

Foi morar la na Preguiça

se criou na conceição

Mas viveu la no Cabula

até hoje me encabula

Ter apertado a sua mão

(Coro)

A lua branca vai iluminar

novos caminhos pra você

Vai em paz guerreiro amigo

Um abraço ao mestre Bimba

Um dia gente se vê

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

Ai, ai, ai, ai São Bento me chama

Ai, ai, ai, ai

São Bento me chama

Ai, ai, ai, ai

São Bento me leva

Ai, ai, ai, ai

São Bento me prenda

Ai, ai, ai, ai

São Bento me solta

Ai, ai, ai, ai

Me chamou que vou

Ai, ai, ai, ai

São Bento me qué.

Ai, ai, ai, ai

Pra jogar capoeira

Ai, ai, ai, ai

E me joga no chao

Ai, ai, ai, ai

E apanha e cengonha

Ai, ai, ai, ai

E se joga no chao

Ai, ai, ai, ai

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira é bom

Capoeira é bom Ai Ai não sei por que

Capoeira é bom Ai Ai não sei por que

E e e o que é bonito e pra se ver

E e e o que é bonito e pra se ver

Capoeira é bom para mim,

Capoeira é bom pra você

E e e o que é bonito e pra se ver

E e e o que é bonito e pra se ver

Capoeira é bom para mim,

Capoeira é bom pra você

E e e o que é bonito e pra se ver

E e e o que é bonito e pra se ver

(Regresar al Principio)

==============================

Cordão de Ouro

Quebrou pra São Caetano, um caso que sucedeu

Besouro de manganga que trabalhou e não recebeu

Não queria estar não, na pele do patrão

Nem ver o que besouro faz, com a cabeça, os pés e as mãos

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

Na fazenda de Maracangalha, teve um dia de azar

Teve um morte encomendada, por um tal de Baltazar

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

Oi por uma desavença na usina que trabalhou

Doutor Zeca mandou uma carta pra qe se matasse o portador.

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

Cordao de Ouro e  Besouro Manganga (x=)

 

http://www.youtube.com/watch?v=9wJ_Oh_X_HE

(Regresar al Principio)

==============================

 

 

 

 

 

Berimbau chamou você

 

Oh iê, iê, iê

berimbau chamou você

oh dim dim dim dim dim

berimbau tocou assim

(Coro)

Berimbau por que tu choras

 se a iuna nao cantou

 so foi o toque da Banguela

 que energia aqui mostrou

(Coro)

Berimbau tocou Angola

 Banguela bem miudinho

 so não esqueça da Regional

oh que Mestre Bimba fez sozinho

(Coro)

Na tradição de seu Pastinha

 tem o gunga , médio, e viola,

meu gungo toca marcado o médio dobra

 e a viola chora

(Coro)

http://www.youtube.com/watch?v=NO5f7VlGlUk

(Regresar al Principio)

==============================

Dona Maria do Camboata

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda

ela manda voltar

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda

e da salto mortal

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda

e começa a gingar

Dona Maria do Camboata

(Regresar al Principio)

==============================

Balança o corpo sinha

Balança o corpo sinha

Balança o corpo sinho

Poe mandinga no jogo iaiaa

Poe mandinga no jogo ioioo

(Coro)

Berimbau ta tocando benguela

ta chamando voce pra jogar

ta tocando com fundamento

Faz o jogo se incorporar

(Coro)

Na vida se levar rasteira

mais tem que saber levantar

capoeira que é bamba nao cai

se ele cai ele volta a jogar

(Coro)

A roda tem que ter dende

energia nao pode faltar

o meu corpo vive de energia

que me aquece e me faz respirar

(Coro)

(Regresar al Principio)

==============================

Pererê

Foi meu avo que me disse

Que foi na Bahia ele viu na ribeira

O moleque de uma perna sò

Que gingava pulava e dava rasteira

Cabeçada, rabo de arraia, martelo cruzado

Não era brincadeira

Foi ai que eu acreditei

Ele viu foi Saci jogando Capoeira

Pererê Pererê Pererê

Moleque Saci não era brincadeira

Pererê Pererê Pererê

Meu avo que me disse ele não diz besteira

Pererê Pererê Pererê

(Regresar al Principio)

==============================

Parana ê

Vou dizer minha mulher, Parana

Capoeira me venceu, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Ela quis bater o pé firme, Parana

Isso não aconteceu, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

O Parana ê, Parana

Parana, Parana ê, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Vou-me embora, vou-me embora, Parana

Como ja disse que vou, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Eu não sou querido aqui, Parana

Mas na minha terra eu sou, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Se não for essa semana. Parana

É a semana que vêm, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Capoeira é luta nossa, Parana

Quero ver a emoção, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Capoeira pra estrangeiro, Parana

Devé entrar no coração, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Onde anda eu ja andei, Parana

O que queria eu aprendi, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Eu nasci foi na pobreza, Parana

Na pobreza eu morrerei, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

Eu sou braço de maré, Parana

Mas eu sou maré sem fim, Parana

Parana ê, Parana ê, Parana

(Regresar al Principio)

==============================

Ai ai ai ai, doutor

Ai ai ai ai, doutor

Velejando no mar eu vou, eu vou

Ai ai ai ai, doutor

Navegando no mar eu vou, eu vou

Ai ai ai ai, doutor

General foi pro mar, eu também vou

Ai ai ai ai, doutor

Nas ondas do mar eu vou, eu vou

Ai ai ai ai, doutor

A jogar capoeira eu vou, eu vou

Ai ai ai ai, doutor

(Regresar al Principio)

==============================

Adeus

Adeus, adeus

Boa viagem

Adeus, adeus

Boa viagem

Eu vou

Boa viagem

Eu vou, eu vou

Boa viagem

Eu vou-me embora

Boa viagem

Eu vou agora

Boa viagem

Eu vou com Deus

Boa viagem

E com Nossa Senhora

Boa viagem

Chegou a hora

Boa viagem

Adeus...

Boa viagem

(Regresar al Principio)

==============================

Quem vem la

Quem vem la sou eu

Qem vem la' sou eu

Berimbau bateu

capoeira sou eu

(coro)

Eu venho de longe, venho de Itabuna

Jogo capoeira, meu nome e Suassuna

(coro)

E sou eu, sou eu

Quem vem la

Mais sou eu quem vem vindo

Quem vem la

E montado a cavalo

Quem vem la

E fumando um charuto

Quem vem la

(Regresar al Principio)

==============================

A Maré ta cheia iô iô

Olha o Peixe Pulou da Maré

x2

Olha o Peixe Pulou da Maré

x2

A Maré ta cheia iô iô

A Maré ta cheia ia ia

x2

A Maré ta cheia iô iô

A Maré ta cheia ia ia

 

A Maré Subiu

Sobe Maré

A Maré Desceu

Desce Maré

O Maré de Maré

Fui para ilha de mare

(Regresar al Principio)

==============================

Capoeira foi feita para mim

Capoeira é uma luta

Que ensina a se defender

Capoeira é uma arte

Porque é bonita de se ver

Capoeira é uma dança

Por causa da expressão

Da harmonia dos instrumentos

E do ritmo da palma da mão

Capoeira é uma arte

É sim

Capoeira é uma dança

é sim

capoeira é uma luta

é sim, capoeira foi feita para mim

Meu mestre sempre me dizia

Meu filho preste atenção

Nas rodas de capoeira

Jogue conforme a razão

Se o bicho ta pegando

Não esqueça de rezar

Para ficar protegido

Até a poeira se abaixar

Capoeira é uma arte

É sim

Capoeira é uma dança

é sim

capoeira é uma luta

é sim, capoeira foi feita para mim

O jogo de capoeira

E para homem, menino e mulher

Na roda de Capoeira

So não entra quem não quer

Entram grandes e pequenos

Como diz a tradição

Pobre, rico, preto, branco

Não tem discriminação

Capoeira é uma arte

É sim

Capoeira é uma dança

é sim

capoeira é uma luta

é sim, capoeira foi feita para mim

(Regresar al Principio)

==============================

Vou esperar a lua voltar

Vou esperar a lua voltar

Eu quero entrar na mata aê

Eu vou tirar madeira boa

Pro meu berimbau fazer

(coro)

Madeira boa é como a amizade

É difícil de encontrar

Amizade eu guardo no peito

E da madeira eu faço o berimbau

(coro)

A noite chega eu entro na mata

Lua clareia vou procurar

Jequitiba e maçaranduba

O guatambu eu devo achar

(coro)

Se Mestre Bimba estivesse aqui

Pra me ensinar escolher madeira

Eu entrava agora na mata

Tirava ipê e pereira

(coro)

Na velha Africa se usava o Ungo

Nas festas religiosas

O quijenge no dialeto Imbundo

É o berimbau que conquistou o mundo

(coro)

(Regresar al Principio)

==============================

 

Meu patua

Adapation: CM Xuxo, CM Casquinha

 

Foi na Bahia que eu mandei fazer

Foi na Bahia que eu mandei preparar

Meu patua meu pai meu patua

Meu patua para me proteger

(coro)

Fui convidado pra uma roda de gingante

Com dois pandeiros e três berimbaus

E um atabaque tocando maneiro e sereno

É a roda que ja vai começar

(coro)

Era domingo, era um dia de oferendas

E eu levei flores pra iemanja

Fui celebrar Janaina, Rainha menina

Iemanja que é a dona do mar

(coro)

E na Bahia um mestre velho mandingueiro

Abriu a roda, fazendo uma louvação

Cantou bem forte o lamento

Me dando a benção

Era a hora de eu sair pra jogar

(coro)

Meu patua é meu berimbau sagrado

É minha vida e também o meu cantar

É os meus amigos sorrindo

Sempre junto comigo, na volta que o mundo da

(coro)

(Regresar al Principio)

=============================

Miudinho Não é Angola

Miudinho não é Angola, Miudinho não é Regional

Miudinho é um jogo manhoso, é um jogo de dentro, é um jogo legal

(coro)

Foi se embora de sua terra

Em São Paulo ele foi morar

Trabalhava de noite e de dia

Não tinha descanço nem pra respirar

Hoje em dia ta tudo mudado

é, meu mano pode acreditar

Ele é o mestre bom e querido

Em toda Brasil onde ele chegar

Ele é o mestre Suassuna

Jogador de Angola e de Regional

Criador do estilo Miudinho

Esse jogo manhoso que vem pra ficar

Miudinho não é Angola, Miudinho…(bis)

(coro)

Pra entrar nessa roda (jogo) de bamba

Tem que ter molejo saber mandingar

Tem que ter seu corpo fechado

Tem que ta de bem com seus orixas

Miudinho não é Angola, Miudinho…(bis)

 (coro)

Capoeira saiu de Itabuna

Em São Paulo virou tradição

Ja se foi mestre Bimba e Pastinha

Mas e o Suassuna ainda não foi não

Miudinho não é Angola, Miudinho…(bis)

 (coro)

Ele tem Capoeira no peito

Meu mano pode acreditar

Cordão de Ouro é sua escola

De dia e de noite ele vai me ensinar

Miudinho não é Angola, Miudinho…(bis)

 (coro)

 (Regresar al Principio)

==============================

Quero ver Cair

Oa, oaê, topei quero ver cair

Topei quero ver cair

Oa, oaê

Machado cego nao corta

Madeira de jataí

Oa, oaê

Tiziu não é passaro preto

Sabia não é bem-te-vi

Oa, oaê

Você joga de la

Que eu jogo daqui pra ali

Oa, oaê

(Regresar al Principio)

 =============================

 

Parabéns pra você

Nesta data querida

Muitas felicidades

Muitos anos de vida

(Regresar al Principio)

==============================

  Puxada De Rede

 Minha jangada vai sair pro mar

Vou trabalhar

Meu bem querer
Se Deus quiser quando eu voltar do mar

Um peixe bom

Eu vou trazer
Meus companheiros também vão voltar

E a Deus do céu vamos agradecer

Minha jangada vai sair pro mar

Vou trabalhar

Meu bem querer
Se Deus quiser quando eu voltar do mar

Um peixe bom

Eu vou trazer
Meus companheiros também vão voltar

E a Deus do céu vamos agradecer...

 

Eu acordei de manhãzinha
Eu vou pro mar
Ta na hora de pescar
Eu vou pro mar
O quem tem roupa vai a missa
Eu vou pro mar
E quem não tem faz como eu
Eu vou pro mar...

 

Ê nanaê ê Nagô, e nanaê aê puxa,
Ê nanaê ê Nagô, e nanaê aê puxa,  (x2)
E puxa a rede de ioiô
Aê puxa
E puxa a rede de iaia,
Aê puxa
E puxa la que eu puxo ca,
Aê puxa
E puxa la samangolê,
Aê puxa
E puxa a rede marujada,
Aê puxa

Aê cana mirim,

Aê o canavial,

Se é da cana que faz a cachaça,
O pescador é o martir do arraial.

Aê cana mirim,

Aê o canavial,

Se é da cana que faz a cachaça,
O pescador é o martir do arraial.

 

No mar, no mar, no mar, no mar eu vi cantar
No mar, no mar, no mar o mãe sereia, ela é sereia

No mar, no mar, no mar, no mar eu vi cantar
No mar, no mar, no mar o mãe sereia, ela é sereia

 

Puxa a marra marinheiro, puxa a marra
E olha o vento que ti leva pela barra

Puxa a marra marinheiro, puxa a marra
E olha o vento que ti leva pela barra

Iemanja, iemanjaê, galo que ja cant ô

Iemanja, iemanjaê, galo que ja cantô

Iemanja, iemanjaê, cocorocô

O galo que cantô mais eu, olê
O galo que cantô mais eu, olê.

 

Mas José não veio,
Não veio não
Mas porque que não veio,
Não sei não
Oi Suassuna veio,
Não veio não
Oh Mas por que não veio,
Não sei não...

(Regresar al Principio)

  Samba De Roda

                                                                                                                                   (Regresar al Principio de la pagina)

 

Areia do Mar

Sereia Seria

Eu nunca vi tanta areia do mar

Sereia Seria

Eu nunca vi tanta areia do mar

Sereia Seria

Eu nunca vi tanta areia do mar

Sereia Seria

Eu nunca vi tanta areia do mar

Sereia Seria

Eu nunca vi tanta areia do mar

Sereia Seria

Eu vim aqui vou pra vadiar

Eu vim aqui vou pra vadiar

vadeia vadeia pro vadiar

Eu vi a pomba na areia

 Vadeia vadeia vadeia

 Eu vi a pomba na areia

Vadeia vadeia pro vadiar

 Eu vi a pomba na areia

Eu vim aqui vou pra vadiar

Eu vim aqui vou pra vadiar

vadeia vadeia pro vadiar

Eu vi a pomba na areia

 Vadeia vadeia vadeia

 Eu vi a pomba na areia

Vadeia vadeia pro vadiar

 Eu vi a pomba na areia

 Seu guarda civil não quer a roupa no quarador

Seu guarda civil não quer a roupa no quarador

Meu Deus onde vou quarar,

  quarar minha roupa

Meu Deus onde vou quarar,

 quarar minha roupa

Eu vim aqui voy pra vadiar

Eu vim aqui vou pra vadiar

vadeia vadeia pro vadiar

 Eu vi a pomba na areia

 Vadeia vadeia vadeia

 Eu vi a pomba na areia

Vadeia vadeia pro vadiar

 Eu vi a pomba na areia

(Regresar al Principio de Samba)

==============================

Samba de Roda (Carolina Soares)

Na praia da amaralina tem dois camarão na areia

Camarão tava sentado falando da vida alheia

Na praia da amaralina tem dois camarão na areia

Camarão tava sentado falando da vida alheia

 Vovo não quer casca de coco no terreiro o Maria, Me faz lembrar do tempo de cativeiro

Vovo não quer casca de coco no terreiro o Maria Me faz lembrar do tempo de cativeiro

Seu guarda civil não quer a roupa no quarador

Seu guarda civil não quer a roupa no quarador

Meu Deus onde vou quarar, quarar minha roupa

Meu Deus onde vou quarar, quarar minha roupa

Samba lelê ta doente

Ta com a cabeça quebrada

Samba lelê precisava

É de umas boas palmadas

Samba, samba, samba

O lelê

Samba, samba, samba

O lala

(Regresar al Principio de Samba)

==============================

Le le le Baiana

 A baiana me pega

Me leva pro samba

Eu sou do samba

Eu vim samba

Le le le Baiana

Minha baiana que deu o sinal

Le le le Baiana

Pra’ dançar o carnaval

Le le le Baiana

Tambem jogar capoiera

Le le le Baiana

Angola e Regional

Le le le Baiana

(Regresar al Principio de Samba)

 ==============================

  Maculele

                                                                                                                                   (Regresar al Principio de la pagina)

 

Louvação a Nossa Senhora

 

Hoje é dia de Nossa Senhora

A trovoada ronca no mar

Arandaeeeeeee Arandaeeeeaaa

Arandaeeeeeee Arandaeeeeaaa

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

E nos viemos de Mato Grosso

So "massussena pra matar rea"

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

E nos viemos de Mato Grosso

So "massussena pra matar rea"

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

Sou eu sou eu Sou eu Maculele sou eu

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

8x | Eu vim na hora E eu vim na hora

| Eu vim na hora E eu sou de angola

(Regresar al Principio de Maculele)

 ===================================

Maculelê - CD Cordao De Ouro vol. 2, nº 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21

Ô Sinhô, dono da casa, nos viemo aqui lhe vê,

Viemo lhe pergunta, como passa vosmicê

Ô Sinhô, dono da casa, nos viemo aqui lhe vê,

Viemo lhe pergunta, como passa vosmicê

Ê, como é seu nome

É maculelê

Ê, de onde veio

É maculelê

La de Santo Amaro

É maculelê

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Eu sou um menino

Minha mãe soube me educar

Quem anda em terras alheias

Pisa no chão devagar

Eu sou um menino

Minha mãe soube me educar

Quem anda em terras alheias

Pisa no chão devagar

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Eu vim pela mata eu vinha

Eu vim pela mata escura

Eu vi seu Maculelê

No clarear, no clarear da lua

Eu vim, pela mata eu vinha

Eu vim pela mata escura

Eu vi seu Maculelê

No clarear, no clarear da lua

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Êêêê, mas i na ora ê, i na ora a

I na ora ê, sou de Angola

I na ora ê, i na ora a

I na ora ê, sou de Angola

I na ora ê, i na ora a

I na ora ê, da licença pr’ eu passar

I na ora ê, i na ora a

Ina ora ê, sou de Angola

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Tê, tê, tê, olha tê, tê a,

Tê, tê, tê, Bom Jesus de Maria

Tê, tê, tê, olha tê, tê a,

Tê, tê, tê, Bom Jesus de Maria

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Eu vi a luta, eu tava la

Eu vi a luta, eu tava la

Dois guerreiros se pegando dentro do canavial

Eu vi a luta, eu tava la

Eu vi a luta, eu tava la

Dois guerreiros se pegando dentro do canavial

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Lutava Maculelê na terra do Manganga

Um gritava para o outro...

Tumba ê caboclo

Tumba la e ca

Ê tumba ê guerreiro

Tumba la e ca

Ê tumba ê Popo

Tumba la e ca

Ê não me deixe so

Tumba la e ca

Tumba ê caboclo

Tumba la e ca

Ê tumba ê Santo Amaro

Tumba la e ca

Ê tumba ê Popo

Tumba la e ca

Não me deixe so

Tumba la e ca

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Certo dia na cabana um guerreiro

Certo dia na cabana um guerreiro

Foi atacado por u’a tribo pra valê

Pegou dois paus, saiu de salto mortal

E gritou pula menino, que eu sou Maculelê

Certo dia na cabana um guerreiro

Certo dia na cabana um guerreiro

Foi atacado por u’a tribo pra valê

Pegou dois paus, saiu de salto mortal

E gritou pula menino, que eu sou Maculelê

Ê pula la que eu pulo ca

Que eu sou Maculelê

Ê pula la que eu quero vê

Que eu sou Maculelê

Ê pula eu pula você

Que eu sou Maculelê

Ê pula la que eu quero vê

Que eu sou Maculelê

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Eu dei um corte de facão na samambaia

Maculelê que é bom também não falha

Eu dei um corte de facão na samambaia

Maculelê que é bom também não falha

(Regresar al Principio de Maculele)

===================================

 

Quando eu vou me embora, olé

Todo mundo chora, olé

Boa noite pra quem é

Boa noite pra quem é de boa noite

Bom dia pra quem é de bom dia

A benção meu papai a benção

Maculêlê é o rei da valentía

(Regresar al Principio de Maculele)

 

  Corridos

                                                                                                                                   (Regresar al Principio de la pagina)

 

 

A bananeira caiu

A canoa virou

Abalou capoeira

Adao adao

Adeus adeus boa viagem

Aide

Barauna caiu

Bentivi jogou

Cajue

Camugere

Chora viola

Cobra verde

Cruz-Credo, Ave Maria

Cutia com coco no dente

Da no nego

Dona Maria como vai voce

Dona Maria do Camboata

Faca de Tucum

Folha Seca

Gunga e meu

Jogador

Lemba e, lemba

Leva Morena me leva

Macaranduba

Manteiga Derramou

Marimbondo

Marinheiro Sou

Menino e bom

Moleque e tu

Nego Sinha

Nhem nhem nhem

O la ela e la

O menino e voador

O nega que vende ai

O sim sim sim

Paranae

Pomba voou pomba voou

Pula pro cima do pau o piaba

Sai sai  catarina

Santo Antonio E Protetor

Santo Antonio eu quero agua

Sao bento me chama

Uma volta so

Vai viola

Vim da Bahia pra lhe ve

Zum zum zum e gafanhoto

 

 

 

 

 

  Pula pro cima do pau O piaba

Pula pro cima do pau o piaba

Que a mare ta cheia

Pula pro cima do pau o piaba

Que a mare ta cheia

Pula pro cima do pau o piaba

Que a mare ta cheia

(Regresar a lista de corridos)

  Marinheiro Sou

Eu nao sou daqui

Marinheiro Sou

Eu nao tenho amor

Marinheiro Sou

Eu sou da Bahia

Marinheiro Sou

De Sao Salvador

Marinheiro Sou

O marinheiro marinheiro

Marinheiro Sou

Quem te ensinou a nada

Marinheiro Sou

O foi o tombo do navio

Marinheiro Sou

O foi o balanço do mar

Marinheiro Sou

La vem la vem

Marinheiro Sou

Ele vem faceiro

Marinheiro Sou

Todo de branco

Marinheiro Sou

Com seu bonezinho

Marinheiro Sou

 (Regresar a lista de corridos)

Paranae

Vou dizer minha mulher, Parana

Capoeira me venceu, Parana

Paranae Paranae Parana

Ela diss que bateu com pe firme, Parana

Isso nunca aconteceu, Parana

Paranae Paranae Parana

Parana, Paranae, Parana

Parana, Paranagua, Parana

Paranae Paranae Parana

Minha mãe se chama Maria, Parana

Lavadeira de Maje, Parana

Paranae Paranae Parana

No meio de tanta Maria, Parana

Minha mãe, nao sei quem e, Parana

Paranae Paranae Parana

Minha mãe esta me chamando, Parana

Ve que vida de moleque, Parana

Paranae Paranae Parana

Quem tem roupa vai na missa, Parana

Quem nao tem faz como eu, Parana

Paranae Paranae Parana

Eu nasci, foi na pobreza, Parana

Na pobreza eu morrerei, Parana

Paranae Paranae Parana

Eu aqui nao sou querido, Parana

Mas na minha terra eu sou, Parana

Paranae Paranae Parana

Quem nao pode com mandinga

Nao carrega patua, Parana

Paranae Paranae Parana

Quem nao pode com Besouro

Nao assanha manganga, Parana

 (Regresar a lista de corridos)

Abalou capoeira

Abalou capoeira, abalou

Abalou, deixa abalar

Abalou Cachoeira abalou

Oi, quem quiser moça bonita

Abalou Cachoeira abalou

Oi, va na Ilha de Mare

Abalou Cachoeira abalou

Oi, de uma mão quebro bolacha

Abalou Cachoeira abalou

Oi, com a outra bebo cafe

Abalou Cachoeira abalou

O, em casamento eu nao falei

Abalou Cachoeira abalou

Oi, mas fica quando Deus quiser

Abalou Cachoeira abalou

Oi, cada cavalo uma mula

Abalou Cachoeira abalou

Oi, da donzela Teodora

Abalou Cachoeira abalou

Oi, quem nao pode com mandinga

Abalou Cachoeira abalou

Oi, nao carrega patua

Abalou Cachoeira abalou

Mas se abalou, deixa abalar

Abalou Cachoeira abalou

Oi, se abalou, deixa cair

Abalou Cachoeira abalou

Oi, abalou, deixa abalar..

Abalou Cachoeira abalou

o abalou vem abalar

Abalou Cachoeira abalou

E abalou vem abalar

Abalou Cachoeira abalou

E abalou vai abalar .

Abalou Cachoeira abalou

E agradeço a Deus do ceu.

Abalou Cachoeira abalou

A balou deixa abalar

Abalou Cachoeira abalou

 (Regresar a lista de corridos)

Manteiga Derramou

Vou dizer a meu sinho

Que a manteiga derramou

E a manteiga nao e minha

E a manteiga e de ioio

Vou dizer a meu sinho

Que a manteiga derramou

E a manteiga nao e minha

E a manteiga e de ioio

Vou dizer a meu sinho

Que a manteiga derramou

A manteiga e de ioio

Caiu na agua e se molhou

Vou dizer a meu sinho

Que a manteiga derramou

A manteiga e do patrao

Caiu no chão e derramou

Vou dizer a meu sinho

Que a manteiga derramou

A manteiga nao e minha

E pra filha de ioio... .

 (Regresar a lista de corridos)

Nhem nhem nhem

O menino chorou

Nhem nhem nhem

O chora menino

Nhem nhem nhem

E menino chorão

Nhem nhem nhem

Cale a boca menino

Nhem nhem nhem

E menino danado

Nhem nhem nhem

E porque esta chorando

Nhem nhem nhem

E o leite acabou

Nhem nhem nhem

O menino chorou

Nhem nhem nhem

Chorou que mama

Nhem nhem nhem

Oi menino malvado

Nhem nhem nhem

 (Regresar a lista de corridos)

Barauna caiu

Barauna caiu, quanto mais eu

Quanto mais eu, cuanto mais eu

Barauna caiu, quanto mais eu

Cuanto mais eu, colego velho

 (Regresar a lista de corridos)

Sao bento me chama

Ai ai ai ai

Sao bento me chama

Ai ai ai ai

Sao bento chamou

Ai ai ai ai

Olha a cobra lhe morte

Ai ai ai ai

Olha a cobra mordeu

Ai ai ai ai

Ai ai ai ai ai

Ai ai ai ai

 Sao Bento me chama

Coro: Ai ai ai ai

Sao Bento chamou

Ai ai ai ai

Sao Bento me leva

Ai ai ai ai

Sao Bento me pega

Ai ai ai ai

Sao Bento me prende

Ai ai ai ai

Sao Bento me quer

Ai ai ai ai

Mas me quer, mas me quer

Ai ai ai ai

Senhor Sao Bento

Ai ai ai ai

Meu sinho me chamou

Ai ai ai ai

Sao Bento esta chamando

Ai ai ai ai

Meu sinho esta chamando

Ai ai ai ai

 (Regresar a lista de corridos)

Aide

Ai ai, Aide

(Olha) Joga bonito que eu quero ver

Ai ai Aide

(Oia) Jogo uma coisa que eu quero aprender

Ai ai Aide

Aide, Aide, Aide, Aide

Ai ai Aide

Joga menino que eu quero aprender

Ai ai Aide

Joga pra mim que eu jogo pra voce

Ai ai Aide

O era eu, era voce

Ai ai Aide

Joga bonito que o bom e voce

Ai ai Aide

Joga certinho pra mim aprender

Ai ai Aide

Joga pra la que eu nao quero apanhar

Ai ai Aide

Jogar capoeira e bonito pra ver

Ai ai Aide

Capoeira e malícia, e mandinga, e prazer

Ai ai Aide

Como vai, como passou, como vai vosmece?

Ai ai Aide

Eu venci a batalha de Camugere

 (Regresar a lista de corridos)

Cajue

Meu camarada vem a ver a brincadeira

Nego planta bananeira e fica de perna pro ar

Ouvi falar de essa luta Brasileira que se chama capoeira

Eu tambem quero jogar

Vou mandar eu vou 

Cajue

Eu mandar Boia 

Cajue

O menina linda 

Cajue

Venha me buscar 

Cajue

Mas eu vou 

Cajue

Boia 

Cajue

Mandar eu vou 

Cajue

Eu mandar Boia... 

Cajue

 (Regresar a lista de corridos)

Gunga e meu

Gunga e meu

gunga e meu

gunga e meu

e meu, e meu, e meu

Gunga e meu

gunga e meu

e meu, e meu, e meu

 (Regresar a lista de corridos)

Chora viola

E chora viola , chora,

Chora viola

Chora

Chora viola

Chora

Chora viola

Chora

Chora viola

Chora

Chora viola

Chora

 (Regresar a lista de corridos)

Da no nego

Da da da no nego

No negro voce nao da

Da da da no negro

Mas se der vai apanhar

Da da da no negro

No negro voce nao da

Da da da no negro

Jogue o negro para cima

Da da da no negro

Deixa o negro vadiar

Da da da no negro

No negro voce nao da

Da da da no negro

 (Regresar a lista de corridos)

Vai viola

Moleque chego la en casa

perguntando que eu ia fazer

eu vou no mato eu vou pegar beriba

pra minha viola fazer

Tintin tin Vai viola

Tin tin tin tin la vai viola 

Viola viola nao e violao

Tin tin tin tin la vai viola 

Iee la vai viola 

Tin tin tin tin la vai viola 

Viola meu bem viola 

Tin tin tin tin la vai viola

 (Regresar a lista de corridos)

Leva Morena me leva

Leva Morena me leva

leva pro seu bungalou

Leva morena me leva

Que sou Capoeira ja disse que sou

Leva Morena me leva

leva pro seu bungalou

Leva morena me leva

Oue hoje faz frio amanha faz calor

Leva Morena me leva

leva pro seu bungalou

Leva morena me leva

Me leva p'ra baixo do seu cobertor

Leva Morena me leva

leva pro seu bungalou

Leva morena me leva

Que hoje sou pobre amanha sou doutor

Leva Morena me leva

leva pro seu bungalou

 (Regresar a lista de corridos)

Moleque e tu

 E tu que e moleque

Moleque e tu

E tu que e moleque

Moleque e tu

Cala boca, moleque

Moleque e tu

Oi que eu te bato, moleque

Moleque e tu

Eu te pego, moleque

Moleque e tu

Te castigo, moleque

Moleque e tu

Conforme a razão

Moleque e tu

Oi aqui ta o moleque

Moleque e tu

Quem me chamou de moleque

Moleque e tu

Eu te derrubo, moleque

Moleque e tu

Eu te jogo no chão

Moleque e tu

E voce que e moleque

Moleque e tu

 (Regresar a lista de corridos)

A canoa virou

A canoa virou marinheiro

Oi no fundo do mar tem dinheiro

A canoa virou marinheiro

Oi no fundo do mar tem dinheiro

A canoa virou marinheiro

Se virou deixa virar

A canoa virou marinheiro

Se virou eu sei nadar

A canoa virou marinheiro

Ten dinheiro no fondo do mar

A canoa virou marinheiro

La no fondo do mar ten segredo

A canoa virou marinheiro

 (Regresar a lista de corridos)

Nego Sinha

Olha o Nego Sinha

Olha la o nego

Olha o nego Sinha

Mas que nego danado

Olha o nego Sinha

Esse nego e valente

Olha o nego Sinha

Mas me pega esse nego

Olha o nego Sinha

Derruba no chão

Olha o nego Sinha

Esse nego e valente

Olha o nego Sinha

Esse nego e o cão

Olha o nego Sinha

Mas castiga esse nego

Olha o nego Sinha

Conforme a razão

Olha o nego Sinha

Ele e capoeira

Olha o nego Sinha

Ele e da Bahia 

Olha o nego Sinha

Olha la o nego

Olha o nego Sinha

Olha la o nego

Olha o negro sinha

Mas castiga esso nego

Olha o negro sinha

Mas conforme a razão

Olha o negro sinha

Esse nego e ligeiro

Olha o negro sinha

Esse nego e limão

Olha o negro sinha

Esse nego e safado

Olha o negro sinha

Esse nego e cão

Olha o negro sinha

 (Regresar a lista de corridos)

Vim da Bahia pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve , pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve , pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve, pra lhe ve

Pra lhe ve, pra lhe ve, pra lhe ve

Pra lhe ve, pra lhe ve, pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve pra lhe ve

Vim da Bahia pra lhe ve, pra lhe ve

Pra lhe ve, pra lhe ve, pra lhe ve

Pra lhe ve, pra lhe ve, pra lhe ve

Pra lhe ve, pra lhe ve, pra lhe ve

 (Regresar a lista de corridos)

Maçaranduba

Madeira de Maçaranduba

Madeira de Jacaranda

biriba e pau e madeira

Madeira pra tocar

biriba e pau e madeira

Madeira pra tocar

biriba e pau e Madeira

 (Regresar a lista de corridos)

O la la e  la e la

O la la e la e la

O la la e la e la

O le le

Lalaela

O le le

Lalaela

O le le

Lalaela

 (Regresar a lista de corridos)

Menino e bom

O menino e bom

Bate palma pra ele

E bom e bom

Bate palma pra ele

O menino e bom

Bate palma pra ele

E bom e bom

Bate palma pra ele

 (Regresar a lista de corridos)

O sim, sim, sim

O sim sim sim O nao nao nao

O sim sim sim O nao nao nao

O nao, nao, nao, O, sim, sim, sim

O sim sim sim O nao nao nao

Mas hoje tem, amanhã nao (2x)

O sim sim sim O nao nao nao

 (Regresar a lista de corridos)

Folha Seca

Eu pisei na folha seca

De fazer chue chua

chue chue chue chua

Eu vim fazer chue chua

chue chue chue chua

Eu vim fazer chue chua

chue chue chue chua

 (Regresar a lista de corridos)

Cruz-Credo, Ave Maria

Cruz-Credo, Ave Maria

Quanto mais eu cantava

Ninguem respondia

Cruz-Credo, Ave Maria

Essa roda e de mudo

e eu nao sabia

Cruz-Credo, Ave Maria

Quanto mais eu rezava

Assombração aparecia

Cruz-Credo, Ave Maria

Eu rezava de noite

Eu rezava de dia

Cruz-Credo, Ave Maria

Eu rezava e gritava

E ninguem respondia

Cruz-Credo, Ave Maria

 (Regresar a lista de corridos)

Bentivi jogou

Bentivi jogou

Gamelera no chão

Bentivi jogou

Gamelera no chão

Jogo que eu vi

Gamelera no chão

Jogo jogou

Gamelera no chão

 (Regresar a lista de corridos)

Dona Maria do Camboata

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda, ela manda bota

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda, ela manda bota

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda e da sarto mortal

Dona Maria do Camboata

Ela chega na venda e começa a gingar

Dona Maria do Camboata

 (Regresar a lista de corridos)

Dona Maria como vai voce

Vai voce, vai voce

Dona Maria como vai voce?

Mas como passou, como vai voce?

Dona Maria como vai voce?

Joga bonito que eu quero aprender

Dona Maria como vai voce?

Quero aprender a jogar com voce

Dona Maria como vai voce?

Faça jogo de baixo que eu quero ver

Dona Maria como vai voce?

Como vai voce, como vai voce?

Dona Maria como vai voce?

Joga bonito que o mestre quer ver

Dona Maria como vai voce?

Capoeira nao e karate

Dona Maria como vai voce?

Joga bonito pra mim aprender

Dona Maria como vai voce?

E como vai, como passou

Dona Maria como vai voce?

 (Regresar a lista de corridos)

Cutia com coco no dente

Eu vi a Cutia com coco no dente

com coco no dente com coco no dente

Eu vi a Cutia com coco no dente

Comendo farinha, olhando pra gente

Eu vi a Cutia com coco no dente

com coco no dente com coco no dente

Eu vi a Cutia com coco no dente

Comendo farinha, olhando pra gente

Eu vi a Cutia com coco no dente

 (Regresar a lista de corridos)

Jogador

Jogador, jogador

Jogador de Capoeira

Jogador, jogador

Jogue e nao faça besteira

Jogador, jogador

Jogador de Capoeira

Jogador, jogador

 (Regresar a lista de corridos)

Faca de Tucum

Faca de Tucum Faca de tucum

Mato besouro quer matar mais um

Faca de Tucum Faca de tucum

Faca danada quer matar mais um

Faca de Tucum Faca de tucum

Ela matou besouro quer matar mais um

Faca de Tucum Faca de tucum

 (Regresar a lista de corridos)

O nega que vende ai

O nega que vende ai, O que vende ai, o que vende ai 

O nega que vende ai

Vende farinha, olha vende ai

O nega que vende ai

Vende ai, vende ai, vende ai, vende ai

O nega que vende ai

O que vende ai, o que vende ai

O nega que vende ai

O que vende ai, o que vende ai

O nega que vende ai

 (Regresar a lista de corridos)

Marimbondo

Marimbondo marimbondo

Pelo sinal

Marimbondo me mordeu

Pelo sinal

Oi me mordeu foi no umbigo

Pelo sinal

Mas se fosse mais pra baixo

Pelo sinal

O mundo estava perdido

Pelo sinal

Marimbondo que e danado

Pelo sinal

Marimbondo e venenoso

Pelo sinal

 (Regresar a lista de corridos)

Sai sai catarina

Sai sai catarina, sai do mar

venha ver idalina

sai, sai,catarina

saia do mar venha ver, venha ver

Sai sai catarina

oi catarina, venha ver

Sai sai catarina

sai do mar, venha ver, venha ver

Sai sai catarinasaia do mar, idalina vem ver

Sai sai catarina

venha ver, venha ver,

venha ver, venha ver

Sai sai Catarina

 (Regresar a lista de corridos)

Uma volta so

O Iaia mandou da

Uma volta so

O que volta danada

Uma volta so

O me leva, O me volta

Uma volta so

O que volta danada

Uma volta so

O Iaia mandou da

Uma volta so

 (Regresar a lista de corridos)

Cobra verde

Eu pisei na cobra verde, cobra verde e ao bom sinal

Bom sinal, bom sinal

Cobra verde e ao bom sinal

Bom sinal, bom sinal

Cobra verde e ao bom sinal

 (Regresar a lista de corridos)

O menino e voador

Voador voador

O menino e voador

Voador voador

E o nosso mestre e voador

Voador voador

Esse nego e voador

Voador voador

Voador voador voador

 (Regresar a lista de corridos)

Zum zum zum e gafanhoto

Zum zum zum e gafanhoto

Segura a mandinga no jogo garoto

Zum zum zum e gafanhoto

O segura a mandinga na roda garoto

Zum zum zum e gafanhoto

Poe a mandinga no jogo garoto

Zum zum zum e gafanhoto

E zum zum zum e gafanhoto

Zum zum zum e gafanhoto

Poe a mandinga no jogo garoto

Zum zum zum e gafanhoto

 (Regresar a lista de corridos)

A bananeira caiu

O meu facao bateu embaixo

A bananeira caiu

Mas meu facao bateu no meio

A bananeira caiu

Cai cai bananeira

A bananeira caiu

Mas meu facao bateu no meio

A bananeira caiu

Cai cai bananeira

A bananeira caiu

Caiu bananeira

A bananeira caiu

 (Regresar a lista de corridos)

Adao adao

Adao Adao

Oi cade Salome

Adao

Oi cade Salome

Adao

Mas Salome foi passear

Adao Adao

Cade Salome?

Adao

Cade Salome?

Adao

Foi pra Ilha de Mare

Adao Adao

Mas cade Salome?

Adao

Mas cade Salome?

Adao

Salome foi mandingar

Adao Adao

 (Regresar a lista de corridos)

Camugere

Camugere

Como vai como esta? 

Camugere

Como vai vos-mece?

Camugere

Eu vou bem de saúde

Camugere

Para mim e um prazer

Camugere

Oi como ta como ta?

Camugere

Como vai a familia?

Camugere

Eu vou bem obrigado

Camugere

Vim aqui pra lhe ver 

Camugere

 (Regresar a lista de corridos)

Lemba e lemba

Lemba e lemba

Lemba do barro vermelho

Lemba do barro vermelho

Lemba do vermelho barro

Lemba e lemba

Lemba do barro vermelho

Lemba do barro vermelho

Lemba do barro maior

Lemba e lemba

Lemba do barro vermelho

 (Regresar a lista de corridos)

Pomba voou pomba voou

Pomba vooo pomba voou

Pomba voou gaviao pegou

Pomba vooo pomba voou

Gaviao era esperto e a pomba voou

Pomba vooo pomba voou

Oi a Pomba voou voou voou

Pomba vooo pomba voou

Vou me embora desta terra

Pomba vooo pomba voou

Que querido aqui nao sou

Pomba vooo pomba voou

Vou pra onde eu sou

 (Regresar a lista de corridos)

Santo Antonio E Protetor

Santo Antonio e protetor

Da barquinha de Noe

Santo Antonio e protetor

Cariri boca da areia

Santo Antonio e protetor

Nazare Paranagua

Santo Antonio e protetor

 (Regresar a lista de corridos)

Adeus adeus boa viagem

Adeus adeus

Boa viagem

Eu vou me embora

Boa viagem

Eu vou com Deus

Boa viagem

E com Nossa Senhora

Boa viagem

Adeus

Boa viagem

(Regresar a lista de corridos)

 

  Santo Antonio eu quero agua

Santo Antonio eu quero agua

Santo Antonio eu quero agua

Quero agua pra beber
Quero agua pra lavar
Quero agua pra beazer
Quero agua

Quero agua pra beber
Quero agua pra lavar
Quero agua pra beazer
Quero agua

(Regresar a lista de corridos) 

 

 

  Ladainhas

                                                                                                                                   (Regresar al Principio de la pagina)

 

Beaba do Berimabu   78

Eu nasci de sete meses  77

Faz muito tempo me dói só de lembrar  79

Igreja do Bomfim    76

Maior E Deus  76

Nao sei como se vive Nesse mundo enganador  78

Olha la siri de mangue   77

 

 

 

Maior E Deus

(Mestre Pastinha)

Maior é Deus

Maior é Deus, pequeno sou eu

O que eu tenho foi Deus que me deu

O que eu tenho foi Deus que me deu

Na roda da capoeira

(Hahá!) Grande e pequeno sou eu

Camará…

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

Igreja do Bomfim

Iê!

Igreja do Bomfim

Igreja do Bomfim

E Mercado Modelo

Ladeira do Pelourinho

(Ai ai ai) A Baixa do Sapateiro

Por falar em Rio vermelho

Eu me lembrei do Terreiro

Igreja de São Francisco

Igreja de São Francisco

E a Praça da Sé

Onde ficam as bahianas

(Ai ai ai) Vendendo acarajé

Por falar em Itapuá

E Lagoa do Abaêté

(Essa é a minha cidade

Venha quando tu quiser)

Camará…

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

Eu nasci de sete meses

Ieeee...

eu nasci de sete meses

eu nasci de sete meses

me criei sem mamar

ja tenho 50 anos

ainda to sem batizar

quem quiser saber meu nome

vai la em casa perguntar

eu me chamo tira prosa

quem quiser experimentar

ja fiz galo bota ovo

pra galinha discansar

ja fiz padre dizer missa

sem vela nem castical

botei fogo na igreja

so pra ver santo fumar

santo antonio foi ligeiro

saiu de salto mortal

camara

  Iee viva...

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

Olha la siri de mangue

Ieeee...

Olha la siri de mangue

Olha la siri de mangue

Todo tempo nao e um

A mare de marco, o meu bem

E mare de gaiamum

Entre grandes e pequeno

Hoje nao me escapa um

Siri ta se vendo doido o meu bem

a presa do gaiamum

camaradinha

  Iee viva...

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

Nao sei como se vive Nesse mundo enganador

(Mestre Canjiquinha)

 

Iee..

Nao sei como se vive

Nesse mundo enganador

Se fala pouco e manhoso

Se fala muito e falador

Se bate e desordeiro

Se apanha e mofino

Se come muito, e guloso

Se nao come e mesquinho

Trabalho tem marimbondo

Fazer casa no capim

E o vento leva ela

Marimbondo leva fim

Caveira quem te matou?

Foi a lingua, meu sinho

Um dia tava com sede

Pensava em ser ruim

Eu sempre Ihe dizendo

Inveja matou Caim,

Camarado

Ie, viva meu deus...

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

 

Beaba do Berimabu

Iee..

Eu vou ler o bê-a-ba

O bê-a-ba do berimbau

A cabaça e o arame

(Colega véi) E um pedaço de pau

A moeda e o caxixí

(Colega véi) Aí está o berimbau

Berimbau é um instrumento

Toca numa corda só

Vai tocar São Bento Grande

Toca Angola em tom maior

E na roda da capoeira

Berimbau é o maior   Camará...

Iee viva...

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

Faz muito tempo me dói só de lembrar

Iee...

 Faz muito tempo

Me dói só de lembrar

Que o negro era escravo

Apanhava sem parar

Acordava bem cedinho

E com a dor da chibatada

Que ardia e não passava

Ia pro mato trabalhar

Trabalhava noite e dia

Não sonhava e mal dormia

E nem tinha tempo pra rezar

Por causa de tanta angústia

O negro fez uma luta

E fingiu ser uma dança

Pra poder se libertar

Assustada com essa dança

Que tinha gosto de vingança

A polícia proibiu

E tentou acabar assim

Com a capoeira no Brasil

Mas nada disso adiantou

A capoeira foi mais forte

Venceu o ódio e se firmou

O negro agora é livre

O pesadelo já passou

Capoeira hoje é vida

É arte, é poesia

É mistério, é sentimento

É vontade de vencer

É vontade de cantar

O laê laê lá

Ô lêlê

(Regresar a lista de Ladainhas)

 

 

 

 

 

Mestre Acordeon-Mestre Acordeon, Mestre Ra E Alunos

 

Berimbau de Ouro

Ieeeeee…

O meu berimbau de ouro, minha mãe, eu deixei no Gantois

O meu berimbau de ouro , minha mãe, eu deixei no Gantois

É um gunga bem falante que dá gosto de tocar

Eu deixei com Menininha para ela abençoá

Amanhã as sete horas p’ra Bahia vou voltar

Vou buscar meu berimbau que deixei no Gantois, Ha! ha!

                ****

Ai ai Aide

Joga bonito que eu quero ver

Ai ai Aide

joga bonito que eu quero aprender

Ai ai Aide

Joga bonito que eu quero ver

Ai ai Aide

Joga bonito que eu quero aprender

 

                ****

Angola ê, Angolá, Angola ê mandigueira, Angolá

Vou mimbora pra Bahia amanhã eu vou pra la

Vou jogar a capoeira no mercado popular

                ****

Paranaê, paranaê, paraná

Vou mimbora, vou mimbora como ja disse que vou paraná

Paranauê, Paranauê

                ****

Vim lá da Bahia pra lhe ver

Vim lá da Bahia pra lhe ver

Vim lá da Bahia pra lhe ver

P’ra lhe ver, p’ra lhe ver, p‘ra lhe ver

                ****

Vou manda leco

Cajuê

vou manda loia

Cajuê

Lecô, loiá

                ****

Eh sacode a poeira, embalança, embalança, embalança

Meu Berimbau e feito de beriba, uma cabaça bem maneira Mestre Bimba que me deu

Entra na roda, abre o peito e sai falando toca Iuna e banguela mostra o som que Deus lhe deu

Eh sacode a poeira, embalança, embalança, embalança

                ****

O meu berimbau de ouro, minha mãe, eu deixei no Gantois

O meu berimbau de ouro, minha mãe, eu deixei no Gantois

Eu sai da minha terra por ter sina viajeira

Caminhando pelo mundo, ensinando capoeira

Amanhã as sete horas p’ra Bahia vou voltar

Vou buscar meu berimbau que deixei no Gantois, camaradinho.

Eh viva meu Deus

Eh é hora é hora

Eh vamos embora

                ****

Ai ai aide

Olha joga bonito que eu quero aprender

Ai ai aide

 

 

Mande Um Abraco P'ra Ela

Capoeira que vem da Bahia

Vem da terra de São Salvador

Mande um abraço pra ela

E diga pro meu amor

Diga que estou pra morrer de saudade

Capoeira me chamou

CORO

Tico tico canta na mata

Sabia’ canta na laranjeira

Nunca vi roda de samba

Sem jogo de capoeira

Eh beriba e’ pau de fazê berimbau

Beriba é pau

De fazê berimbau

CORO

                ****

E toma sentido

No aperto da mão

Que a capoeira

E’ historia e tradição

Eleva o espirito

Para me inspirar

Jogo capoeira

Pra pode me libertar

Eu falei capoeira ai ai

Eh capoeira ai aia

E’ um jogo que balança o corpo pra la’ e pra ca’

Eu falei capoeira ai ai ai

Entrou pra historia

No Brasil colonial

Lutou em batalhas

Virou luta nacional

E deu volta ao mundo

E o mundo virou

Em terras alheias a todos encantou

                ****

Que barulho e’ esse e’ um tal de zum zum zum? CORO

Foi o Manduca da praia que acabou de matar um CORO

Quando a policia chegou foi um tal de auê, auê     CORO

Vamo simbora seu moço que essa briga e’ pra vale CORO

                ****

Brincadeira Tem Hora

Quilombola mandigueiro jogador de capoeira

Mestre Bimba era o rei, da Pituba a Ribeira

Quilombola mandigueiro jogador de capoeira

Jogava duro e manhoso, nossa arte verdadeira

Brincadeira tem hora

Joga com garra e mandinga

Esse jogo é tinhoso não é angola

É capoeira de Bimba

CORO

Brincadeira tem hora

Joga com garra e mandinga

Esse jogo é tinhoso não é angola

É capoeira de Bimba

CORO

Hoje em dia me espanto

Com tanto papo furado

Se dizer que capoeira

É somente brincadeira

Esquecendo a sua historia

O seu passado de glória

Como luta verdadeira

CORO

Capoeira é uma arte

Do Africano de valor

Que usava a cabeçada

P’ra se livrar do feitor

CORO (X2)

                ****

Oi, sim, sim, sim . Oi não, não, não

Oi, sim, sim, sim. Oi Não, não, não

Capoeira é uma arte

Do Africano de valor

Que usava a cabeçada

P’ra se livrar do feitor

CORO (X2)

 

                ****

Eu Nasci Foi de Repente

Eu nasci foi de repente

Sem parteira e nem Dotô

Saltei fora bem ligeiro

Minha mãe nem sentiu dô

Eu caço sem cão nem gato

Porque sou bom caçadô

De mulé eu tive muita

Mas nehuma me pegô

Agora cabei de crê

Que general num é dotô

Camará...

Iê viva meu mestre

Iê quem me ensinou

Iê a capoeira

                ****

Bentivi botô gameleira no chão

Bentivi botô

Gameleira no chão

Botô que euvi

Gameleira no chão

Botô botô

Gameleira no chão

                ****

Camujerê como tá como tá

Camujerê

Como vai vosmecê

Camujerê

Eu vou bem de saúde

Camujerê

Para mim é um prazer

                ****

Nem tudo que reluz é ouro

Nem tudo que balança cai (X2)

Cai cai cai cai

Capoeira balança mas não cai

Cai cai cai cai

Foi você quem me disse

Que filho de Bimba não cai  (X2)

Cai cai cai cai

Capoeira balança mas não cai

Cai cai cai cai

                ****

Dona Maria do Camboatá

Ela chega na venda e manda botá

Dona Maria do Camboatá

Ela chega na venda e da salto mortá

Dona Maria do Camboatá

É do Camboatá é do Camboatá

Dona Maria do Camboatá

                ****

Santo Antônio é protetor

Da barquinha de Noé

Santo Antônio é protetor

Cariri boca da areia

Santo Antônio é protetor

Nazaré Paranaguá

Santo Antônio é protetor

                ****

Avisa Meu Mano

Avisa meu mano, avisa meu mano,

avisa meu mano, capoeira mandou me chamar

CORO

Capoeira é luta nossa da era colonial

E nasceu foi na Bahia Angola e Regional

CORO

                ****

Gunga é meu, gunga é meu

Gunga é meu foi meu pai quem me deu

                ****

Valha-me Deus, senhor São Bento

Vou cantar meu barravento

Valha-me Deus senhor São Bento

Buraco velho tem cobra Dentro

                ****

Madeira de masaranduba, madeira de jacarandá

Madeira de masaranduba, madeira de jacarandá

Eh beriba é pau é madeira, madeira de tocar

Eh beriba é pau é madeira, madeira de jacarandá

Eh beriba é pau é madeira, madeira de jacarandá

 

 

                ****

Cantando Atravessado

Boa noite gente fina

Boa noite gente fina, a todos vamos louvar

Hoje é dia de festa, sua benção Oxalá

Eu também sou capoeira, da licença vou cantar

Vou cantar para o meu mestre que me ensinou a jogar

Agradeço a Mestre Bimba o que sei da brincadeira

Dessa luta mandigueira, arte de muito valor

Que ele me ensinou sorrindo, com axé e com amor

Vadiar na malandragem e lhe dar o seu valor

Cada qual tem seu caminho, sua ideia opinião

Vida é redemoinho, todo mundo a girar

Gira roda, gira mundo, roda gira vamos la, camaradinho

Viva meu Deus

                ****

Olha Santa Maria mãe de Deus, eu fui na igreja vou me confessar

Olha Santa Maria mãe de Deus

Olha Santa Maria mãe de Deus

Hoje é dia de festa, dia de Oxalá

Olha Santa Maria mãe de Deus

Vou rezar p’ro meu santo me abençoá

Olha Santa Maria mãe de Deus

Quem não pode com mandinga não carrega patuá

Olha Santa Maria mãe de Deus

Olha Santa Maria mãe de Deus, eu fui na igreja não me confessei

Olha Santa Maria mãe de Deus

 

                ****

Oh nega que vende ai, agora vou perguntar

Onde mora o Waldemar

Oh nega que vende ai

Voce ouviu ele cantar

Oh nega que vende ai

aonde mora o Waldemar

Oh nega que vende ai

Agora vou perguntar

Oh nega que vende ai

Onde mora o Waldemar

Oh nega que vende ai

                ****

Mas to dormindo to sonhando, tão falando mal de mim

Oh não me deixam sossegar

Vou benzer meu patuá

Tão falando mal de mim

Agora vou acordar

                ****

Olha chora menino

 Oh nhe nhe nhe

Menino chorou

Oh nhe nhe nhe

Porque não mamou

Oh nhe nhe nhe

Cala boca menino

Oh nhe nhe nhe

Oh menino danado

Oh nhe nhe nhe

O menino é chorão

Oh nhe nhe nhe

O menino chorou

Oh nhe nhe nhe

Porque não mamaou

Oh nhe nhe nhe

                ****

Quem nunca viu venha ver

 licouri quebrar Dendê

ah meu Deus licouri quebrar Dendê

licouri quebrar Dendê

                ****

Voou, voou, Meste Bimba avoou

Voou, voou

Eh foi por céu e não voltou

Voou, voou

Seu Pastinha avoou

Voou, voou

Canjiquinha avoou

Voou, voou

Eziquiel avoou

Voou, voou

O Vermelho avoou

Voou, voou

                ****

Adeus Corina Dandão

Dandandan dandarandão

Adeus Corina Dandão

Dandandan dandarandão

Adeus Corina Dandão

Vou me embora vou me embora

                ****

Jogo Arrepiado

Lá na mata escura, o galo cacarejou

Nessa roda mandigueira o jogo arrepiou

Ole-le-ô, o jogo arrepiou

Quem não quer melar o dedo, não come do vatapá

Quem não tem o couro grosso nessa roda vai sobrar

Ole-le-ô, o jogo arrepiou

Oi sim, sim, sim Oi não, não, não

Oi sim, sim, sim Oi não, não, não

Mas hoje tem amanhã não, mas hoje tem amanha não

Oi sim, sim, sim Oi não, não, não

                ****

Mas o facão bateu em baixo, comadre

A banananeira caiu

Mas o facao bateu em baixo, compadre

A bananeira caiu

Cai, cai, cai bananeira

A bananeira caiu

Cai, cai, cai, cai, cai bananeira

A bananeira caiu

                ****

Mas eu pisei na folha seca eu ouvi fazer xuê, xuá

Xuê, xuê, xuê, xuá

eu ouvi fazer, xuê, xuá

Xuê, xuê, xuê, xuá

eu ouvi fazer, xuê, xuá

               

Capoeira Magia

 “Capoeira é uma arte mágica. Suas raizes estão fincadas no solo da mãe Africa como raizes de um baobá gigante, plantada pelos orixas para absorver o legado de ancestrais distantes”.

 

 

 

 

Mestre Acordeon- Capoeira Bahia

Roda de Bamba

Eh, eh, eh, capoeira eu vou jogar

Nesta joda de bamba eu vou entrar

Eh, eh, eh, capoeira eu vou jogar

Nesta joda de bamba eu vou entrar

Meia-lua, armada, rasteira,

todo mundo quer jogar

Mas na joda de cobra danada

É melhor se segurar

Eh, eh, eh, capoeira eu vou jogar

Nesta joda de bamba eu vou entrar

Eh, eh, eh capoeira eu vou jogar

Nesta joda de bamba eu vou entrar

Media-lua armada ligeira,

vou gingando sem parar

Nesta roda de cobra assanhada

É preciso catimbar

Eh, eh, eh, capoeira eu vou jogar

Nesta joda de bamba eu vou entrar

 

Pé da Cruz

Tava la no pe da cruz

Faciendo minha oração

Quando apareceu um nêgo,

Ora meu Deus,

A figura de um cão, um cão

Era um nêgo esquisito

Tinha un pé feito pilão

Quando olhei com mais cuidado,

Ora meu Deus,

Tinha uma faca na mão

Abaixei no berimbau

Fiz um cinco-salomão,

Quando olhei o desgraçado,

Ora meu Deus,

Desapareceu no chão

Aprendi con Mestre Bimba

Que não tem assombração

Mas na roda da capoeira,

Ora meu Deus,

Nunca dê um paso em vão,

Camará

Eh viva meu Deus,

Ie viva meu Deus, camará

Eh viva meu mestre,

Ie viva meu mestre, camará

Ele é mandigueiro...

Eh toma sentido..

Eh é hora, é hora...

Eh, vamos'imbora...

Eh volta do mundo

Eh volta do mundo,ã

 

Eh Xango, capoeira protetor

Eh Xango, capoeira protetor

 

Nordeste de Amaralina

Eu aprendi a capoeira,

Com professor de muito valor

Seu Manoel dos Reis Machado

Mestre Bimba simm senhor

 

Segunda, quarta e sexta-feira,

No Terreiro de Jesus

Sabo Domingo e feriado,

No Nordeste de Amaralina

Eu namorava u'a menina,

Que morava na Mangueira

Não era mole no amor e na rasteira,

Porquê jogava capoeira

 

Segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira

A gente ia p'ra Ribeira

E es esfregava na ladeira,

No jogo da capoeira

Da capoeira do amor,

Que aprendi sem professor

Mas na hora da porrada

Bimba foi meu professor

 

Segura o jogo malandro

Não da espaço pr'o desgraçado te segurar

E como dizia o capoeira atrapalhodo

"percura daqui, percura dali,

Não acha, sai babatando,

Num incrontei e sai rodando que

nem uma carrapeta tonta..."

E como é que é minha gente...

 

Bimba foi meu professor

Segunda, quarta e sexta-feira,

No Terreiro de Jesus

Sabo Domingo e feriado,

No Nordeste de Amaralina

Eu vou a jogar com essa menina

No Nordeste de Amaralina

Segunda, terça, e quarta feira

A gente ia p'ra Ribeira

 

Linguiça

Eu não vou mais aturar,

Tanta falta de respeto

Deste cabra sem vergonha

Entortando o que é direito

Eu estava assossegado

Tocando meu berimbau,

Ele veio se achegando

Com muita cara de pau

 

Trapaceiro e desonesto

Calculista e mestiroso

Ele engana muita gente

Se fingindo de nervoso

O seu nome é Linguiça

Feito de tripa de porco

Ele vive neste mundo,

Causando muito desgosto

 

Cabra você se assunta

Que un dia casa cai

E se não paga neste mundo,

P'ro inferno você vai

E maior é Deus, chega-te p'ra la

sai desta roja, vagabundo

Aqui não é seu lugar

 

Ligeiros

Eu naci la na Bahia,

Ciudade do Salvador

Terra boa hospitaleira, ora meu Deus

Todo mundo da valor

Me crie na capoeira,

Escutando o berimbau,

Que gemia bem tocado, ora meu Deus

La no fundo do quintal

Bimba foi meu prefessor,

no Nordeste da Amaralina

Que me ensinou a malandragem, ora meu Deus

No dobrar de uma esquina

Hoje moro em São Francisco,

Com saudade do meu povo

Mas, ensenando a capoeira, Ora meu Deus

Eu me sinto la de novo, camarã

Eh viva meu Deus,

Eh viva Bahia, camarã

Eh viva meu povo

Eh viva meu povo, camarã

Eh volta do mundo

Eh volta do mundo, camarã

 

 

Ai, ai, Aide, Joga bonito que eu quero ver

Ai, ai, Aide

 Joga bonito que eu quero aprender

Ai, ai, Aide

 oh Joga bonito que eu quero ver

     ****

Vou dizer a meu senhor que a manteiga derramou

A manteiga não é mia, a manteiga é do Ioio

Vou dizer a meu senhor que a manteiga derramou

A manteiga derramo na capirinha do Ioio

Vou dizer a meu senhor que a manteiga derramou

****

Mas é tu que é moleque,

Moleque tu

é tu que é moleque

Moleque tu

é tu que é moleque

Moleque tu

****

Eh paraná, Paraná, paranaue

Paraná

Eh paraná, Paraná, paranaue

Paraná

Eh paraná, Paraná, paranaue

Paraná

****

Mas eu pisei na folha sêca eu

ouvi fazer xuê, xuá

xue, xue, xue, xua

Eu ouvi fazer xuê, xuá

****

Adao, adao

Mas cadê Salomé, adao

Mas cadê Salomé, adao

Foi p'ra llha de Maré

****

O manda lecô, cajue

O manda loiá, cajue

****

 

A canoa virou marinheiro

Oh no fundo do mar tem dinheiro

A canoa virou marinheiro

****

Berimbau tocou, vamos tocar berimbau

Berimbau tocou, vamos tocar berimbau

Tem capoeira jogando la no fundo do quintal

Tem capoeira jogando la no fundo do quintal

****

Leva morena me leva, leva p'ro seu bangalô

Leva morena me leva que hoje faz frio amanhã faz calor

Leva morena me leva, leva p'ro seu bangalô

Leva morena me leva que hoje faz frio amanhã faz calor

Leva morena me leva, leva p'ro seu bangalô

****

Ela é bonita e é ligeira

Joga capoeira la na praia da ribeira

Ela é bonita e é ligeira

Joga capoeira la na praia da ribeira

Ela é bonita e é ligeira

Joga capoeira la na praia da ribeira

****

Tim, tim, tim aruandê

Aruanda, aruanda, aruandê

Tim, tim, tim aruandê

Aruanda, aruanda é cabecê

Tim, tim, tim aruandê

Aruanda, aruanda, aruandê

Tim, tim, tim aruandê

****

Canarinho d'Alemanha quem mato meu curio'

Eu jogo capoeira na Bahia e Maceió

****

Oh me da meu dinheiro,

Oh me da meu dinheiro, Valentão

Oh me da meu dinheiro, Valentão

Que no meu dinheiro ninguem pôe mão

Oh me da meu dinheiro,

Oh me da meu dinheiro, Valentão

Oh me da meu dinheiro, Valentão

Que no meu dinheiro ninguem pôe mão

Oh me da meu dinheiro,

Oh me da meu dinheiro, Valentão

****

Pau rolou, caiu, e la na mata ninguem viu

Pau rolou, caiu

e la na mata ninguem viu

Pau rolou, caiu

****

Da, da, da no nego oh no nego você não da

Da, da, da no nego

Se não de vai apanhar

Da, da, da no nego

Esse nego é danado esse nego e o cão

Da, da, da no nego

Esse nego castiga conforme a razão

****

Sai, sai Catarina,

Saia do mar venha ver Idalina

Sai, sai Catarina

Catarina venha ver

Sai, sai Catarina,

Saia do mar venha ver Idalina

Sai, sai Catarina,

Saia do mar venha ver Idalina

****

Dona Alice não me pege não

Oh não me pege não me agarre

Não me pege não

Oh dona Alice não me pege não

Oh não me pege não me agarre

Não me pege não

Não me pege não

****

Tim, tim, tim la vai viola,

Oh viola, me bem, violá

Tim, tim, tim la vai viola,

Oh viola, me bem, violá

Tim, tim, tim la vai viola Oh viola, me bem, violá

Tim, tim, tim la vai viola

****

Oh, ah, oh, ai, bati quero ver cair

Oh, ah, oh, ai, eu bati quero ver cair

Oh, ah, oh, ai, bati quero ver cair

****

Abalou cachoeira abalou

Abalou deixa abalar

Abalou cachoeira abalou

Abalou deixa abalar

Abalou cachoeira abalou

****

Beira mar, aoê, beira mar

Beira mar, aoê, beira mar

Beira mar, aoê, beira mar

Beira mar, aoê, beira mar

****

Luanda eh gonde, Luanda eh bara

Tereza canta sentada Dalila samba de pe

Oh la no cais da Bahia

não tem lele não tem nada

Não tem lele nem lala

Alailailá, Olele

Alailailá, Olele

Alailailá, Olele

****

Angola ê, Angola aa

Meu berimbau esta chamando p'ra jogar

Angola ê, Angola aa

Meu berimbau esta chamando p'ra jogar

Angola ê, Angola aa

****

E lampa, e lampa e lampa

E lampa, e lampa e lampião

Seu nome é Virgulino

Cangaceiro do Sertão

E lampa, e lampa e lampa

E lampa, e lampa e lampião

****

Pisa caboclo quero ver você pisar

Na batida do meu gunga quero ver você jogar

Pisa caboclo quero ver você pisar

Na batida do meu gunga, quero ver você jogar

Pisa caboclo quero ver você pisar

****

Nas tranças dos teus cabelos

Eu bebi agua no gravatá

Eu bebi agua no gravatá

Oh boiadeiro

Eu bebi agua no gravatá

Eu bebi agua no gravatá

Oh boiadeiro

Eu bebi agua no gravatá

****

Eh mori morio, baba

Baba oh kiloxê, loko

Eh, eh, eh, eh,

A-alode, Yemanja oia, Yemanja oia

Vamos'imbora eh, eh

Vamos'imbora, camará

P'ro mundo afora eh, eh

P'ro mundo afora, camará

Angola eh, eh

Angola eh eh, Angola...

Iaia, Ioio

Iaia de Ioio

Iaia, Ioio....

****



Facebook


Instagram


Youtube




Cordao de Ouro Costa Rica. 

Todos los derechos reservados.